Autor Tópico: Sinopse de Diábolos, o Rapaz-Diabo.  (Lida 23261 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline Fernando Pinheiro

  • Sou um anjo-caído ou demónio se preferirem. Também sou o "sociopata" de Almada :D
  • Bibliófilo
  • ******
  • Mensagens: 2498
  • Um escritor ecléctico.
    • Ver Perfil
Re: Sinopse de Diabolos the Devilboy (é apenas ainda uma sinpse).
« Responder #30 em: Maio 28, 2011, 07:12:53 am »
Ambiente no termo literal? Como nos contos góticos, a noite, a trovoada a escuridão, o castelo no alto da montanha, mal iluminado pelo luar - ambiente nesse sentido?
Acho muito difícil. Porque, já foi visto. Mas certamente outros, mais sapientes, te ajudarão melhor!


Sim. É isso mesmo.
Brevemente Diábolos, o Rapaz-Diabo.

Silent Hill 2 é o melhor videojogo de Fantástico.

Dentro de cada um de nós existe um animal prestes a ser despertado.

Salazarismo e Extrema-direita Sucks -.-'

Offline Fernando Pinheiro

  • Sou um anjo-caído ou demónio se preferirem. Também sou o "sociopata" de Almada :D
  • Bibliófilo
  • ******
  • Mensagens: 2498
  • Um escritor ecléctico.
    • Ver Perfil
Re: Sinopse de Diabolos the Devilboy (é apenas ainda uma sinopse).
« Responder #31 em: Junho 30, 2011, 06:38:54 am »
Tenho umas perguntas um tanto estranhas.  ;D

Quais são as personagens ou criaturas mitológicas e religiosas mais irritantes?



É que quero criar uma personagem que irrite mesmo os leitores estão a ver  8)
Brevemente Diábolos, o Rapaz-Diabo.

Silent Hill 2 é o melhor videojogo de Fantástico.

Dentro de cada um de nós existe um animal prestes a ser despertado.

Salazarismo e Extrema-direita Sucks -.-'

Offline Símplicius Hierrum

  • Leitor de Fim de Semana
  • **
  • Mensagens: 100
    • Ver Perfil
Re: Sinopse de Diabolos the Devilboy (é apenas ainda uma sinopse).
« Responder #32 em: Julho 01, 2011, 02:05:16 am »
Tenho umas perguntas um tanto estranhas.  ;D

Quais são as personagens ou criaturas mitológicas e religiosas mais irritantes?



É que quero criar uma personagem que irrite mesmo os leitores estão a ver  8)
Isso não é coisa que se pergunte. Tu queres escrever um conto nesses termos, investiga. Tão simples quanto isso.

Lê a Biblia para começar e estudos sobre ela, e uma vez que queres entrar no campo do ocultismo, lê tratados sobre isso (há muitos), antigos e actuais.

Se queres uma personagem irritante. Qualquer personagem pode ser irritante, isso não depende da personagem, mas sim do autor que a molda.

Offline tangerina

  • Global Moderator
  • Bibliófilo
  • *****
  • Mensagens: 4851
    • Ver Perfil
    • goodreads
Re: Sinopse de Diabolos the Devilboy (é apenas ainda uma sinopse).
« Responder #33 em: Julho 01, 2011, 02:11:51 am »
Se queres uma personagem irritante. Qualquer personagem pode ser irritante, isso não depende da personagem, mas sim do autor que a molda.

Nem mais.
Lido: Aristides de Sousa Mendes, Um Herói Português, José-Alain Fralon
A ler: 1808, Laurentino Gomes
         A Game of Thrones, G. R. R. Martin
        

http://abibliofila.blogspot.com/

http://www.goodreads.com/catsadiablo

Offline Fernando Pinheiro

  • Sou um anjo-caído ou demónio se preferirem. Também sou o "sociopata" de Almada :D
  • Bibliófilo
  • ******
  • Mensagens: 2498
  • Um escritor ecléctico.
    • Ver Perfil
Re: Sinopse de Diabolos the Devilboy (é apenas ainda uma sinopse).
« Responder #34 em: Julho 01, 2011, 02:27:57 am »
Tenho umas perguntas um tanto estranhas.  ;D

Quais são as personagens ou criaturas mitológicas e religiosas mais irritantes?



É que quero criar uma personagem que irrite mesmo os leitores estão a ver  8)
Isso não é coisa que se pergunte. Tu queres escrever um conto nesses termos, investiga. Tão simples quanto isso.

Lê a Biblia para começar e estudos sobre ela, e uma vez que queres entrar no campo do ocultismo, lê tratados sobre isso (há muitos), antigos e actuais.

Se queres uma personagem irritante. Qualquer personagem pode ser irritante, isso não depende da personagem, mas sim do autor que a molda.

Investigar já eu fiz.Estava era a perguntar qual era a figura que para vocês achassem que era irritante nas lendas. Por exemplo acham que o Loki é irritante? Pelas lendas dele por exemplo.Sempre vi Hermes e Loki como  personagens irritantes.

Hermes então tinha o factor "Wynona Rider"  ;D
Brevemente Diábolos, o Rapaz-Diabo.

Silent Hill 2 é o melhor videojogo de Fantástico.

Dentro de cada um de nós existe um animal prestes a ser despertado.

Salazarismo e Extrema-direita Sucks -.-'

Offline rui278

  • Bibliófilo
  • ******
  • Mensagens: 4059
    • Ver Perfil
Re: Sinopse de Diabolos the Devilboy (é apenas ainda uma sinopse).
« Responder #35 em: Julho 01, 2011, 02:37:36 am »
Tenho umas perguntas um tanto estranhas.  ;D

Quais são as personagens ou criaturas mitológicas e religiosas mais irritantes?



É que quero criar uma personagem que irrite mesmo os leitores estão a ver  8)
Isso não é coisa que se pergunte. Tu queres escrever um conto nesses termos, investiga. Tão simples quanto isso.

Lê a Biblia para começar e estudos sobre ela, e uma vez que queres entrar no campo do ocultismo, lê tratados sobre isso (há muitos), antigos e actuais.

Se queres uma personagem irritante. Qualquer personagem pode ser irritante, isso não depende da personagem, mas sim do autor que a molda.

Investigar já eu fiz.Estava era a perguntar qual era a figura que para vocês achassem que era irritante nas lendas. Por exemplo acham que o Loki é irritante? Pelas lendas dele por exemplo.Sempre vi Hermes e Loki como  personagens irritantes.

Hermes então tinha o factor "Wynona Rider"  ;D

Mas a personagem é irrelevante. Um bom autor pode fazer de Poseidon o deus mais irritante de sempre e de loki(que para ti é irritante), o deus mais cool e awesome.
http://curiouscharacteradventures.blogspot.com/

One Ring to rule them all, One Ring to find them,
One Ring to bring them all and in the darkness bind them

Offline Fernando Pinheiro

  • Sou um anjo-caído ou demónio se preferirem. Também sou o "sociopata" de Almada :D
  • Bibliófilo
  • ******
  • Mensagens: 2498
  • Um escritor ecléctico.
    • Ver Perfil
Re: Sinopse de Diabolos the Devilboy (é apenas ainda uma sinopse).
« Responder #36 em: Julho 01, 2011, 03:42:42 am »
Tenho umas perguntas um tanto estranhas.  ;D

Quais são as personagens ou criaturas mitológicas e religiosas mais irritantes?



É que quero criar uma personagem que irrite mesmo os leitores estão a ver  8)
Isso não é coisa que se pergunte. Tu queres escrever um conto nesses termos, investiga. Tão simples quanto isso.

Lê a Biblia para começar e estudos sobre ela, e uma vez que queres entrar no campo do ocultismo, lê tratados sobre isso (há muitos), antigos e actuais.

Se queres uma personagem irritante. Qualquer personagem pode ser irritante, isso não depende da personagem, mas sim do autor que a molda.

Investigar já eu fiz.Estava era a perguntar qual era a figura que para vocês achassem que era irritante nas lendas. Por exemplo acham que o Loki é irritante? Pelas lendas dele por exemplo.Sempre vi Hermes e Loki como  personagens irritantes.

Hermes então tinha o factor "Wynona Rider"  ;D

Mas a personagem é irrelevante. Um bom autor pode fazer de Poseidon o deus mais irritante de sempre e de loki(que para ti é irritante), o deus mais cool e awesome.

Eu bom fazer como eles são na mitologia.

Loki irritante.
Deus vingativo e cruel
Lúcifer, um rebelde.
Hermes um ladrão.
Hades uma pessoa triste e apaixonada.
Por ai adiante.


Já estou farto de ver Hades como vilão por exemplo.
Brevemente Diábolos, o Rapaz-Diabo.

Silent Hill 2 é o melhor videojogo de Fantástico.

Dentro de cada um de nós existe um animal prestes a ser despertado.

Salazarismo e Extrema-direita Sucks -.-'

Offline Símplicius Hierrum

  • Leitor de Fim de Semana
  • **
  • Mensagens: 100
    • Ver Perfil
Re: Sinopse de Diabolos the Devilboy (é apenas ainda uma sinopse).
« Responder #37 em: Julho 01, 2011, 08:50:39 am »
Tenho umas perguntas um tanto estranhas.  ;D

Quais são as personagens ou criaturas mitológicas e religiosas mais irritantes?



É que quero criar uma personagem que irrite mesmo os leitores estão a ver  8)
Isso não é coisa que se pergunte. Tu queres escrever um conto nesses termos, investiga. Tão simples quanto isso.

Lê a Biblia para começar e estudos sobre ela, e uma vez que queres entrar no campo do ocultismo, lê tratados sobre isso (há muitos), antigos e actuais.

Se queres uma personagem irritante. Qualquer personagem pode ser irritante, isso não depende da personagem, mas sim do autor que a molda.

Investigar já eu fiz.Estava era a perguntar qual era a figura que para vocês achassem que era irritante nas lendas. Por exemplo acham que o Loki é irritante? Pelas lendas dele por exemplo.Sempre vi Hermes e Loki como  personagens irritantes.

Hermes então tinha o factor "Wynona Rider"  ;D

Mas a personagem é irrelevante. Um bom autor pode fazer de Poseidon o deus mais irritante de sempre e de loki(que para ti é irritante), o deus mais cool e awesome.

Eu bom fazer como eles são na mitologia.

Loki irritante.
Deus vingativo e cruel
Lúcifer, um rebelde.
Hermes um ladrão.
Hades uma pessoa triste e apaixonada.
Por ai adiante.


Já estou farto de ver Hades como vilão por exemplo.
A mitologia (não lendas como tu dizes) não se deu ao trabalho de definir personalidades para os deuses e heróis. Os deuses da mitologia representam elementos naturais e humanos (por exemplo o Hefisto não é apenas o deus do fogo, ele é o fogo, já o Hermes não é só o deus dos mercadores, peregrinos e ladrões, ele é simultaneamente a arte de transaccionar, de roubar e as dificuldades do caminho (e a sorte que guia estes processos)).
Contudo, os autores que usaram estes deuses nas suas obras lutaram sempre com o problema de os "humanizar" e portanto definiram-lhes as personalidades: se Hades é aquele que vigia os mortos (impedindo-os de regressar à vida) e os turtura conforme as atrocidades cometidas, então este pode ser tudo menos um deus bom; se Zeus é o patriarca do Olimpo então este tem que ser forte e inteligente como compete a um lider. Contudo, a mitologia per se não lhes define qualquer tipo de personalidade, ou pelo menos da forma como nos habituámos a ver no cinema, etc.

Todavia se tu queres uma história com elementos mitológicos, convém que leias bastante sobre o assunto. Primeiro que tudo porque a mitologia não é um conjunto de histórias, como convém crer, é antes um método arcaico de explicar a origem das coisas em que cada episódio tem a sua razão de existir:
Por exemplo Urano e Gaia, representam o céu e a terra, o Céu lança a chuva que "penetra" a Terra, fazendo nascer as florestas e as criaturas selvagens (Rhea), os mares (Oceanus), o tempo (Cronos) e todas as forças da natureza inexplicável, personificadas por gigantes e afins. Por exemplo o Oceanus teve bastantes filhos, que eram os rios; do contacto entre o tempo e - digamos assim - da natureza (Cronus e Rhea) nasceram os verdadeiros deuses que vieram governar o património de seus pais.
A mitologia é um sistema arcaico de conceber o mundo, não deve ser entendido de outro modo.

PS: Mas verdade seja dita eu também já ando farto de conceber o Hades como um vilão. Para mim ele é o herói romantico injustiçado, condenado pelos seus irmãos a viver nas profundezas do solo, acabando por raptar a mulher que ama (Prosefina) para o seu palácio ;).

Offline Fernando Pinheiro

  • Sou um anjo-caído ou demónio se preferirem. Também sou o "sociopata" de Almada :D
  • Bibliófilo
  • ******
  • Mensagens: 2498
  • Um escritor ecléctico.
    • Ver Perfil
Re: Sinopse de Diabolos the Devilboy (é apenas ainda uma sinopse).
« Responder #38 em: Julho 02, 2011, 00:10:21 am »
Tenho umas perguntas um tanto estranhas.  ;D

Quais são as personagens ou criaturas mitológicas e religiosas mais irritantes?



É que quero criar uma personagem que irrite mesmo os leitores estão a ver  8)
Isso não é coisa que se pergunte. Tu queres escrever um conto nesses termos, investiga. Tão simples quanto isso.

Lê a Biblia para começar e estudos sobre ela, e uma vez que queres entrar no campo do ocultismo, lê tratados sobre isso (há muitos), antigos e actuais.

Se queres uma personagem irritante. Qualquer personagem pode ser irritante, isso não depende da personagem, mas sim do autor que a molda.

Investigar já eu fiz.Estava era a perguntar qual era a figura que para vocês achassem que era irritante nas lendas. Por exemplo acham que o Loki é irritante? Pelas lendas dele por exemplo.Sempre vi Hermes e Loki como  personagens irritantes.

Hermes então tinha o factor "Wynona Rider"  ;D

Mas a personagem é irrelevante. Um bom autor pode fazer de Poseidon o deus mais irritante de sempre e de loki(que para ti é irritante), o deus mais cool e awesome.

Eu bom fazer como eles são na mitologia.

Loki irritante.
Deus vingativo e cruel
Lúcifer, um rebelde.
Hermes um ladrão.
Hades uma pessoa triste e apaixonada.
Por ai adiante.


Já estou farto de ver Hades como vilão por exemplo.
A mitologia (não lendas como tu dizes) não se deu ao trabalho de definir personalidades para os deuses e heróis. Os deuses da mitologia representam elementos naturais e humanos (por exemplo o Hefisto não é apenas o deus do fogo, ele é o fogo, já o Hermes não é só o deus dos mercadores, peregrinos e ladrões, ele é simultaneamente a arte de transaccionar, de roubar e as dificuldades do caminho (e a sorte que guia estes processos)).
Contudo, os autores que usaram estes deuses nas suas obras lutaram sempre com o problema de os "humanizar" e portanto definiram-lhes as personalidades: se Hades é aquele que vigia os mortos (impedindo-os de regressar à vida) e os turtura conforme as atrocidades cometidas, então este pode ser tudo menos um deus bom; se Zeus é o patriarca do Olimpo então este tem que ser forte e inteligente como compete a um lider. Contudo, a mitologia per se não lhes define qualquer tipo de personalidade, ou pelo menos da forma como nos habituámos a ver no cinema, etc.

Todavia se tu queres uma história com elementos mitológicos, convém que leias bastante sobre o assunto. Primeiro que tudo porque a mitologia não é um conjunto de histórias, como convém crer, é antes um método arcaico de explicar a origem das coisas em que cada episódio tem a sua razão de existir:
Por exemplo Urano e Gaia, representam o céu e a terra, o Céu lança a chuva que "penetra" a Terra, fazendo nascer as florestas e as criaturas selvagens (Rhea), os mares (Oceanus), o tempo (Cronos) e todas as forças da natureza inexplicável, personificadas por gigantes e afins. Por exemplo o Oceanus teve bastantes filhos, que eram os rios; do contacto entre o tempo e - digamos assim - da natureza (Cronus e Rhea) nasceram os verdadeiros deuses que vieram governar o património de seus pais.
A mitologia é um sistema arcaico de conceber o mundo, não deve ser entendido de outro modo.

PS: Mas verdade seja dita eu também já ando farto de conceber o Hades como um vilão. Para mim ele é o herói romantico injustiçado, condenado pelos seus irmãos a viver nas profundezas do solo, acabando por raptar a mulher que ama (Prosefina) para o seu palácio ;).


Sim. Personificações. Tânatos/Morte/Ceifeiro das Almas sendo o mais conhecido.

Mas tinha uma vaga ideia que os Deuses Olímpicos (Zeus, Hades, Poseidon/Posídon, Hefésto, Hermes,etc.) tinham qualidade e defeitos humanos, pelo menos segundo o que dei em História.  Zeus era um tirano, pai, líder por exemplo, Atena era invejosa, sábia, corajosa, inteligente. Hermes era trapaceiro.

As personificações não era só os Deuses Primordiais (alguns deles Daimons) e os Titãs? Como Gaia, Úrano, Hélio, os rios, Tânatos, Bios, Perses, Oceano, Éter, Nyx, Érebo,entre outros.

Porque por exemplo Oceano era a personificação dos Mares. Enquanto Poseidon apenas os governava.

A mesma coisa acontece entre Tânatos e Hades. Enquanto Tânatos é o Deus da Morte. Hades é o Deus dos Mortos e do Submundo semelhante a Ósiris.
Brevemente Diábolos, o Rapaz-Diabo.

Silent Hill 2 é o melhor videojogo de Fantástico.

Dentro de cada um de nós existe um animal prestes a ser despertado.

Salazarismo e Extrema-direita Sucks -.-'

Offline Símplicius Hierrum

  • Leitor de Fim de Semana
  • **
  • Mensagens: 100
    • Ver Perfil
Re: Sinopse de Diabolos the Devilboy (é apenas ainda uma sinopse).
« Responder #39 em: Julho 02, 2011, 03:14:17 am »
Tenho umas perguntas um tanto estranhas.  ;D

Quais são as personagens ou criaturas mitológicas e religiosas mais irritantes?



É que quero criar uma personagem que irrite mesmo os leitores estão a ver  8)
Isso não é coisa que se pergunte. Tu queres escrever um conto nesses termos, investiga. Tão simples quanto isso.

Lê a Biblia para começar e estudos sobre ela, e uma vez que queres entrar no campo do ocultismo, lê tratados sobre isso (há muitos), antigos e actuais.

Se queres uma personagem irritante. Qualquer personagem pode ser irritante, isso não depende da personagem, mas sim do autor que a molda.

Investigar já eu fiz.Estava era a perguntar qual era a figura que para vocês achassem que era irritante nas lendas. Por exemplo acham que o Loki é irritante? Pelas lendas dele por exemplo.Sempre vi Hermes e Loki como  personagens irritantes.

Hermes então tinha o factor "Wynona Rider"  ;D

Mas a personagem é irrelevante. Um bom autor pode fazer de Poseidon o deus mais irritante de sempre e de loki(que para ti é irritante), o deus mais cool e awesome.

Eu bom fazer como eles são na mitologia.

Loki irritante.
Deus vingativo e cruel
Lúcifer, um rebelde.
Hermes um ladrão.
Hades uma pessoa triste e apaixonada.
Por ai adiante.


Já estou farto de ver Hades como vilão por exemplo.
A mitologia (não lendas como tu dizes) não se deu ao trabalho de definir personalidades para os deuses e heróis. Os deuses da mitologia representam elementos naturais e humanos (por exemplo o Hefisto não é apenas o deus do fogo, ele é o fogo, já o Hermes não é só o deus dos mercadores, peregrinos e ladrões, ele é simultaneamente a arte de transaccionar, de roubar e as dificuldades do caminho (e a sorte que guia estes processos)).
Contudo, os autores que usaram estes deuses nas suas obras lutaram sempre com o problema de os "humanizar" e portanto definiram-lhes as personalidades: se Hades é aquele que vigia os mortos (impedindo-os de regressar à vida) e os turtura conforme as atrocidades cometidas, então este pode ser tudo menos um deus bom; se Zeus é o patriarca do Olimpo então este tem que ser forte e inteligente como compete a um lider. Contudo, a mitologia per se não lhes define qualquer tipo de personalidade, ou pelo menos da forma como nos habituámos a ver no cinema, etc.

Todavia se tu queres uma história com elementos mitológicos, convém que leias bastante sobre o assunto. Primeiro que tudo porque a mitologia não é um conjunto de histórias, como convém crer, é antes um método arcaico de explicar a origem das coisas em que cada episódio tem a sua razão de existir:
Por exemplo Urano e Gaia, representam o céu e a terra, o Céu lança a chuva que "penetra" a Terra, fazendo nascer as florestas e as criaturas selvagens (Rhea), os mares (Oceanus), o tempo (Cronos) e todas as forças da natureza inexplicável, personificadas por gigantes e afins. Por exemplo o Oceanus teve bastantes filhos, que eram os rios; do contacto entre o tempo e - digamos assim - da natureza (Cronus e Rhea) nasceram os verdadeiros deuses que vieram governar o património de seus pais.
A mitologia é um sistema arcaico de conceber o mundo, não deve ser entendido de outro modo.

PS: Mas verdade seja dita eu também já ando farto de conceber o Hades como um vilão. Para mim ele é o herói romantico injustiçado, condenado pelos seus irmãos a viver nas profundezas do solo, acabando por raptar a mulher que ama (Prosefina) para o seu palácio ;).


Sim. Personificações. Tânatos/Morte/Ceifeiro das Almas sendo o mais conhecido.

Mas tinha uma vaga ideia que os Deuses Olímpicos (Zeus, Hades, Poseidon/Posídon, Hefésto, Hermes,etc.) tinham qualidade e defeitos humanos, pelo menos segundo o que dei em História.  Zeus era um tirano, pai, líder por exemplo, Atena era invejosa, sábia, corajosa, inteligente. Hermes era trapaceiro.

As personificações não era só os Deuses Primordiais (alguns deles Daimons) e os Titãs? Como Gaia, Úrano, Hélio, os rios, Tânatos, Bios, Perses, Oceano, Éter, Nyx, Érebo,entre outros.

Porque por exemplo Oceano era a personificação dos Mares. Enquanto Poseidon apenas os governava.

A mesma coisa acontece entre Tânatos e Hades. Enquanto Tânatos é o Deus da Morte. Hades é o Deus dos Mortos e do Submundo semelhante a Ósiris.
Bem, a religião pagã que venerava estes deuses definia-os a seu modo, contudo não era uma religião organizada como a igreja católica (mesmo esta não o é em muitos pontos) e as variações do culto mudavam amplamente de local para local. Provavelmente cada pessoa tinha a sua madeira de reflectir sobre a religião, mas pouco ficou sobre isso, a forma como os deuses são apresentados resume-se sobretudo à forma como os intelectuais os concebiam (e divergiam entre eles).
Basicamente o rito dá origem ao mito e o mito cristaliza-se com as obras sobretudo escritas como a Odisseia e a Iliada. É um processo complexo.

Quanto às divergências na mitologia: queres melhor do que divindades locais serem identificadas simultaneamente com mais do que uma deidade do panteão; queres melhor do que uma Afrodite ser filha de Zeus e pertencer ao novo panteão, mas a versão mais conhecida do seu nascimento, ser justamente aquela em que Cronos castrou o seu pai Uranus, lançando os genitais no mar que fecundaram as ondas...? Hades não é o deus da morte, Hades é o deus do submundo e simultaneamente ele é personificação do submundo para onde vão as almas, Thanatos não é a deusa da morte, ela é a personificação da morte. Oceanus não é o deus dos mares, ele é o próprio mar e Posidon também não é só o governador dos mares, ele é também o mar (aparentemente não há diferença entre ambos, contudo há quem defenda que quando os Titãs foram derrotados, Posidon foi colocado no lugar de Oceanus, outros defendem que Oceanus é todo o mar existente e tem a conotação de mar desconhecido, enquanto Posidon é somente o Mar Mediterrâneo, o unico mar totalmente conhecido dos Gregos).

Enfim, há dois livros que me lembro de ter lido que são capaz de te fazer reflectir sobre a mitologia:

"O Mito do Eterno Retorno", de Mircea Eliade, publicado pelas Edições 70

"Os Passos do Homem como Restolho do Tempo" de Fernando Catroga (irmão de Eduardo Catroga e talvez o melhor historiador que há em Portugal), publicado, segundo creio, pela D. Quixote. Se conseguires ler este até praí ao 4 capitulo e perceberes a densidade filosófica do autor, dou-te os parabéns.

Depois tens o "Bulfinch's Mythology" de Thomas Bulfinch, que eu tenho mas nunca li, que parece que é autoridade mundial no campo da mitologia.

E depois tens muitos outros, é caso de procurares bem isso.

Offline Fernando Pinheiro

  • Sou um anjo-caído ou demónio se preferirem. Também sou o "sociopata" de Almada :D
  • Bibliófilo
  • ******
  • Mensagens: 2498
  • Um escritor ecléctico.
    • Ver Perfil
Re: Sinopse de Diabolos the Devilboy (é apenas ainda uma sinopse).
« Responder #40 em: Julho 02, 2011, 21:58:54 pm »
Tenho umas perguntas um tanto estranhas.  ;D

Quais são as personagens ou criaturas mitológicas e religiosas mais irritantes?



É que quero criar uma personagem que irrite mesmo os leitores estão a ver  8)
Isso não é coisa que se pergunte. Tu queres escrever um conto nesses termos, investiga. Tão simples quanto isso.

Lê a Biblia para começar e estudos sobre ela, e uma vez que queres entrar no campo do ocultismo, lê tratados sobre isso (há muitos), antigos e actuais.

Se queres uma personagem irritante. Qualquer personagem pode ser irritante, isso não depende da personagem, mas sim do autor que a molda.

Investigar já eu fiz.Estava era a perguntar qual era a figura que para vocês achassem que era irritante nas lendas. Por exemplo acham que o Loki é irritante? Pelas lendas dele por exemplo.Sempre vi Hermes e Loki como  personagens irritantes.

Hermes então tinha o factor "Wynona Rider"  ;D

Mas a personagem é irrelevante. Um bom autor pode fazer de Poseidon o deus mais irritante de sempre e de loki(que para ti é irritante), o deus mais cool e awesome.

Eu bom fazer como eles são na mitologia.

Loki irritante.
Deus vingativo e cruel
Lúcifer, um rebelde.
Hermes um ladrão.
Hades uma pessoa triste e apaixonada.
Por ai adiante.


Já estou farto de ver Hades como vilão por exemplo.
A mitologia (não lendas como tu dizes) não se deu ao trabalho de definir personalidades para os deuses e heróis. Os deuses da mitologia representam elementos naturais e humanos (por exemplo o Hefisto não é apenas o deus do fogo, ele é o fogo, já o Hermes não é só o deus dos mercadores, peregrinos e ladrões, ele é simultaneamente a arte de transaccionar, de roubar e as dificuldades do caminho (e a sorte que guia estes processos)).
Contudo, os autores que usaram estes deuses nas suas obras lutaram sempre com o problema de os "humanizar" e portanto definiram-lhes as personalidades: se Hades é aquele que vigia os mortos (impedindo-os de regressar à vida) e os turtura conforme as atrocidades cometidas, então este pode ser tudo menos um deus bom; se Zeus é o patriarca do Olimpo então este tem que ser forte e inteligente como compete a um lider. Contudo, a mitologia per se não lhes define qualquer tipo de personalidade, ou pelo menos da forma como nos habituámos a ver no cinema, etc.

Todavia se tu queres uma história com elementos mitológicos, convém que leias bastante sobre o assunto. Primeiro que tudo porque a mitologia não é um conjunto de histórias, como convém crer, é antes um método arcaico de explicar a origem das coisas em que cada episódio tem a sua razão de existir:
Por exemplo Urano e Gaia, representam o céu e a terra, o Céu lança a chuva que "penetra" a Terra, fazendo nascer as florestas e as criaturas selvagens (Rhea), os mares (Oceanus), o tempo (Cronos) e todas as forças da natureza inexplicável, personificadas por gigantes e afins. Por exemplo o Oceanus teve bastantes filhos, que eram os rios; do contacto entre o tempo e - digamos assim - da natureza (Cronus e Rhea) nasceram os verdadeiros deuses que vieram governar o património de seus pais.
A mitologia é um sistema arcaico de conceber o mundo, não deve ser entendido de outro modo.

PS: Mas verdade seja dita eu também já ando farto de conceber o Hades como um vilão. Para mim ele é o herói romantico injustiçado, condenado pelos seus irmãos a viver nas profundezas do solo, acabando por raptar a mulher que ama (Prosefina) para o seu palácio ;).


Sim. Personificações. Tânatos/Morte/Ceifeiro das Almas sendo o mais conhecido.

Mas tinha uma vaga ideia que os Deuses Olímpicos (Zeus, Hades, Poseidon/Posídon, Hefésto, Hermes,etc.) tinham qualidade e defeitos humanos, pelo menos segundo o que dei em História.  Zeus era um tirano, pai, líder por exemplo, Atena era invejosa, sábia, corajosa, inteligente. Hermes era trapaceiro.

As personificações não era só os Deuses Primordiais (alguns deles Daimons) e os Titãs? Como Gaia, Úrano, Hélio, os rios, Tânatos, Bios, Perses, Oceano, Éter, Nyx, Érebo,entre outros.

Porque por exemplo Oceano era a personificação dos Mares. Enquanto Poseidon apenas os governava.

A mesma coisa acontece entre Tânatos e Hades. Enquanto Tânatos é o Deus da Morte. Hades é o Deus dos Mortos e do Submundo semelhante a Ósiris.
Bem, a religião pagã que venerava estes deuses definia-os a seu modo, contudo não era uma religião organizada como a igreja católica (mesmo esta não o é em muitos pontos) e as variações do culto mudavam amplamente de local para local. Provavelmente cada pessoa tinha a sua madeira de reflectir sobre a religião, mas pouco ficou sobre isso, a forma como os deuses são apresentados resume-se sobretudo à forma como os intelectuais os concebiam (e divergiam entre eles).
Basicamente o rito dá origem ao mito e o mito cristaliza-se com as obras sobretudo escritas como a Odisseia e a Iliada. É um processo complexo.

Quanto às divergências na mitologia: queres melhor do que divindades locais serem identificadas simultaneamente com mais do que uma deidade do panteão; queres melhor do que uma Afrodite ser filha de Zeus e pertencer ao novo panteão, mas a versão mais conhecida do seu nascimento, ser justamente aquela em que Cronos castrou o seu pai Uranus, lançando os genitais no mar que fecundaram as ondas...? Hades não é o deus da morte, Hades é o deus do submundo e simultaneamente ele é personificação do submundo para onde vão as almas, Thanatos não é a deusa da morte, ela é a personificação da morte. Oceanus não é o deus dos mares, ele é o próprio mar e Posidon também não é só o governador dos mares, ele é também o mar (aparentemente não há diferença entre ambos, contudo há quem defenda que quando os Titãs foram derrotados, Posidon foi colocado no lugar de Oceanus, outros defendem que Oceanus é todo o mar existente e tem a conotação de mar desconhecido, enquanto Posidon é somente o Mar Mediterrâneo, o unico mar totalmente conhecido dos Gregos).

Enfim, há dois livros que me lembro de ter lido que são capaz de te fazer reflectir sobre a mitologia:

"O Mito do Eterno Retorno", de Mircea Eliade, publicado pelas Edições 70

"Os Passos do Homem como Restolho do Tempo" de Fernando Catroga (irmão de Eduardo Catroga e talvez o melhor historiador que há em Portugal), publicado, segundo creio, pela D. Quixote. Se conseguires ler este até praí ao 4 capitulo e perceberes a densidade filosófica do autor, dou-te os parabéns.

Depois tens o "Bulfinch's Mythology" de Thomas Bulfinch, que eu tenho mas nunca li, que parece que é autoridade mundial no campo da mitologia.

E depois tens muitos outros, é caso de procurares bem isso.

Tenho que ver se os encontro os livros. Tenho aqui em casa também alguns.

Encontrei aqui uma curiosidade. Nos EUA eles diferenciam as "siren" e as "mermaids".  E no livro que tenho sobre mitologia em português. Diferenciam as sirenes das sereias. Confuso.  ;D Mas faz sentido. As sirenes é quando são as originais e mulher-pássaro. E sereias são as que vieram depois, mulher-peixe e são as mais conhecidas.

Acho que nas minhas "histórias de gaveta" vou passar a diferenciar as sirenes das sereias.
Brevemente Diábolos, o Rapaz-Diabo.

Silent Hill 2 é o melhor videojogo de Fantástico.

Dentro de cada um de nós existe um animal prestes a ser despertado.

Salazarismo e Extrema-direita Sucks -.-'

Offline Símplicius Hierrum

  • Leitor de Fim de Semana
  • **
  • Mensagens: 100
    • Ver Perfil
Re: Sinopse de Diabolos the Devilboy (é apenas ainda uma sinopse).
« Responder #41 em: Julho 03, 2011, 22:17:41 pm »
Tenho umas perguntas um tanto estranhas.  ;D

Quais são as personagens ou criaturas mitológicas e religiosas mais irritantes?



É que quero criar uma personagem que irrite mesmo os leitores estão a ver  8)
Isso não é coisa que se pergunte. Tu queres escrever um conto nesses termos, investiga. Tão simples quanto isso.

Lê a Biblia para começar e estudos sobre ela, e uma vez que queres entrar no campo do ocultismo, lê tratados sobre isso (há muitos), antigos e actuais.

Se queres uma personagem irritante. Qualquer personagem pode ser irritante, isso não depende da personagem, mas sim do autor que a molda.

Investigar já eu fiz.Estava era a perguntar qual era a figura que para vocês achassem que era irritante nas lendas. Por exemplo acham que o Loki é irritante? Pelas lendas dele por exemplo.Sempre vi Hermes e Loki como  personagens irritantes.

Hermes então tinha o factor "Wynona Rider"  ;D

Mas a personagem é irrelevante. Um bom autor pode fazer de Poseidon o deus mais irritante de sempre e de loki(que para ti é irritante), o deus mais cool e awesome.

Eu bom fazer como eles são na mitologia.

Loki irritante.
Deus vingativo e cruel
Lúcifer, um rebelde.
Hermes um ladrão.
Hades uma pessoa triste e apaixonada.
Por ai adiante.


Já estou farto de ver Hades como vilão por exemplo.
A mitologia (não lendas como tu dizes) não se deu ao trabalho de definir personalidades para os deuses e heróis. Os deuses da mitologia representam elementos naturais e humanos (por exemplo o Hefisto não é apenas o deus do fogo, ele é o fogo, já o Hermes não é só o deus dos mercadores, peregrinos e ladrões, ele é simultaneamente a arte de transaccionar, de roubar e as dificuldades do caminho (e a sorte que guia estes processos)).
Contudo, os autores que usaram estes deuses nas suas obras lutaram sempre com o problema de os "humanizar" e portanto definiram-lhes as personalidades: se Hades é aquele que vigia os mortos (impedindo-os de regressar à vida) e os turtura conforme as atrocidades cometidas, então este pode ser tudo menos um deus bom; se Zeus é o patriarca do Olimpo então este tem que ser forte e inteligente como compete a um lider. Contudo, a mitologia per se não lhes define qualquer tipo de personalidade, ou pelo menos da forma como nos habituámos a ver no cinema, etc.

Todavia se tu queres uma história com elementos mitológicos, convém que leias bastante sobre o assunto. Primeiro que tudo porque a mitologia não é um conjunto de histórias, como convém crer, é antes um método arcaico de explicar a origem das coisas em que cada episódio tem a sua razão de existir:
Por exemplo Urano e Gaia, representam o céu e a terra, o Céu lança a chuva que "penetra" a Terra, fazendo nascer as florestas e as criaturas selvagens (Rhea), os mares (Oceanus), o tempo (Cronos) e todas as forças da natureza inexplicável, personificadas por gigantes e afins. Por exemplo o Oceanus teve bastantes filhos, que eram os rios; do contacto entre o tempo e - digamos assim - da natureza (Cronus e Rhea) nasceram os verdadeiros deuses que vieram governar o património de seus pais.
A mitologia é um sistema arcaico de conceber o mundo, não deve ser entendido de outro modo.

PS: Mas verdade seja dita eu também já ando farto de conceber o Hades como um vilão. Para mim ele é o herói romantico injustiçado, condenado pelos seus irmãos a viver nas profundezas do solo, acabando por raptar a mulher que ama (Prosefina) para o seu palácio ;).


Sim. Personificações. Tânatos/Morte/Ceifeiro das Almas sendo o mais conhecido.

Mas tinha uma vaga ideia que os Deuses Olímpicos (Zeus, Hades, Poseidon/Posídon, Hefésto, Hermes,etc.) tinham qualidade e defeitos humanos, pelo menos segundo o que dei em História.  Zeus era um tirano, pai, líder por exemplo, Atena era invejosa, sábia, corajosa, inteligente. Hermes era trapaceiro.

As personificações não era só os Deuses Primordiais (alguns deles Daimons) e os Titãs? Como Gaia, Úrano, Hélio, os rios, Tânatos, Bios, Perses, Oceano, Éter, Nyx, Érebo,entre outros.

Porque por exemplo Oceano era a personificação dos Mares. Enquanto Poseidon apenas os governava.

A mesma coisa acontece entre Tânatos e Hades. Enquanto Tânatos é o Deus da Morte. Hades é o Deus dos Mortos e do Submundo semelhante a Ósiris.
Bem, a religião pagã que venerava estes deuses definia-os a seu modo, contudo não era uma religião organizada como a igreja católica (mesmo esta não o é em muitos pontos) e as variações do culto mudavam amplamente de local para local. Provavelmente cada pessoa tinha a sua madeira de reflectir sobre a religião, mas pouco ficou sobre isso, a forma como os deuses são apresentados resume-se sobretudo à forma como os intelectuais os concebiam (e divergiam entre eles).
Basicamente o rito dá origem ao mito e o mito cristaliza-se com as obras sobretudo escritas como a Odisseia e a Iliada. É um processo complexo.

Quanto às divergências na mitologia: queres melhor do que divindades locais serem identificadas simultaneamente com mais do que uma deidade do panteão; queres melhor do que uma Afrodite ser filha de Zeus e pertencer ao novo panteão, mas a versão mais conhecida do seu nascimento, ser justamente aquela em que Cronos castrou o seu pai Uranus, lançando os genitais no mar que fecundaram as ondas...? Hades não é o deus da morte, Hades é o deus do submundo e simultaneamente ele é personificação do submundo para onde vão as almas, Thanatos não é a deusa da morte, ela é a personificação da morte. Oceanus não é o deus dos mares, ele é o próprio mar e Posidon também não é só o governador dos mares, ele é também o mar (aparentemente não há diferença entre ambos, contudo há quem defenda que quando os Titãs foram derrotados, Posidon foi colocado no lugar de Oceanus, outros defendem que Oceanus é todo o mar existente e tem a conotação de mar desconhecido, enquanto Posidon é somente o Mar Mediterrâneo, o unico mar totalmente conhecido dos Gregos).

Enfim, há dois livros que me lembro de ter lido que são capaz de te fazer reflectir sobre a mitologia:

"O Mito do Eterno Retorno", de Mircea Eliade, publicado pelas Edições 70

"Os Passos do Homem como Restolho do Tempo" de Fernando Catroga (irmão de Eduardo Catroga e talvez o melhor historiador que há em Portugal), publicado, segundo creio, pela D. Quixote. Se conseguires ler este até praí ao 4 capitulo e perceberes a densidade filosófica do autor, dou-te os parabéns.

Depois tens o "Bulfinch's Mythology" de Thomas Bulfinch, que eu tenho mas nunca li, que parece que é autoridade mundial no campo da mitologia.

E depois tens muitos outros, é caso de procurares bem isso.

Tenho que ver se os encontro os livros. Tenho aqui em casa também alguns.

Encontrei aqui uma curiosidade. Nos EUA eles diferenciam as "siren" e as "mermaids".  E no livro que tenho sobre mitologia em português. Diferenciam as sirenes das sereias. Confuso.  ;D Mas faz sentido. As sirenes é quando são as originais e mulher-pássaro. E sereias são as que vieram depois, mulher-peixe e são as mais conhecidas.

Acho que nas minhas "histórias de gaveta" vou passar a diferenciar as sirenes das sereias.
Os primeiros dois arranja-los bem nas livrarias como a FNAC ou a Bertrand, o terceiro tens de o mandar vir do estrangeiro. O exemplar que tenho vinha há uns tempos atrás com a versão de coleccionador do Age of Mythology.

Offline ruiramos

  • Bibliófilo
  • ******
  • Mensagens: 3637
    • Ver Perfil
Re: Sinopse de Diabolos the Devilboy (é apenas ainda uma sinopse).
« Responder #42 em: Julho 30, 2011, 12:14:16 pm »
O que pensam os membros deste fórum e SdE acerca da sinopse?

Cuidado com as semelhanças a Hellboy e Supernatural. Herói que tem um demónio no corpo, hmmm. Hellboy, Devilboy, hmmm à partida já não inspira grande confiança. Foge dos lugares comuns.

Acho que tens muitas ideias que podem vir a ser porreiras se bem desenvolvidas. Apenas precisas de sentar-te com calma e pensares bem qual o rumo que queres dar e tentar não complicar muito. Lembra-te: muitas vezes, menos é melhor.

Offline Fernando Pinheiro

  • Sou um anjo-caído ou demónio se preferirem. Também sou o "sociopata" de Almada :D
  • Bibliófilo
  • ******
  • Mensagens: 2498
  • Um escritor ecléctico.
    • Ver Perfil
Re: Sinopse de Diabolos the Devilboy (é apenas ainda uma sinopse).
« Responder #43 em: Julho 30, 2011, 13:14:21 pm »
O que pensam os membros deste fórum e SdE acerca da sinopse?

Cuidado com as semelhanças a Hellboy e Supernatural. Herói que tem um demónio no corpo, hmmm. Hellboy, Devilboy, hmmm à partida já não inspira grande confiança. Foge dos lugares comuns.

Acho que tens muitas ideias que podem vir a ser porreiras se bem desenvolvidas. Apenas precisas de sentar-te com calma e pensares bem qual o rumo que queres dar e tentar não complicar muito. Lembra-te: muitas vezes, menos é melhor.

As histórias são diferentes, menos o facto de ter o tema do Apocalipse (suponho que seja isto que criticam) e ter "caçadores de prémios do oculto". Sempre quis fazer uma história com caçadores de prémios do oculto. Sei que depois de Solomon Kane apareceram muitos. Mas também são todos diferentes entre si.

Por incrível que pareça Devilboy foi o melhor nome que soa bem que encontrei.Uma alcunha (não é o nome dele verdadeiro) pode ser original, mas se não soar bem estraga logo tudo e Devilboy soa bem na história. Inicialmente era Danger Boy. Mas isso não soa bem na história, por isso tive que mudar. Diabolos é de propósito. Diabolos the Devilboy é o nome que alguns lhe chamam ao protagonista ou Diabolos, o Rapaz Diabo.


Os poderes e habilidades são diferentes do Sam , Dean, Buffy, Hellboy, Angel, Dante, Van Helsing, Solomon Kane (pai do género),etc. Mas como é óbvio o personagem irá sempre usar armas como estacas, espadas, bestas, revolvers, shotguns e outras armas do género. No entanto, eu ainda não decidi em relação à parte do "monster of the week".  Mas existe tantas lendas, mitos urbanos e mitologia que existe sempre algo original em relação a este género iniciado por Robert Howard.


Eu já ando a escrever esta história desde de 2004  e fiz várias alterações. Se fosse uns anos antes até te matavas ao ler o resumo.


Agora porque Apocalipse né? Parece gasto. Mas não está.Ainda não houve ninguém que representa-se o Apocalipse (religioso e mitológico) mesmo no sentido da palavra.  Tanta coisa para explorar com o Apocalipse que ainda não foi explorado.

As Testemunhas por exemplo não tem aparições na cultura popular.Deus também nunca aparece ou aparece só a voz .Existe muitos anjos e demónios que ainda não foram usados (existem tantos).

Um dos meus objectivos é usar religiões e mitologias e lendas reais exactamente como elas são, coisa que ainda não foi feito (exemplo Hades não é "evil", Satanismo é uma religião como outra qualquer,etc.,).Admiro os videojogos do God of War neste sentido pela forma como mostraram Zeus (um total jerk!).
Brevemente Diábolos, o Rapaz-Diabo.

Silent Hill 2 é o melhor videojogo de Fantástico.

Dentro de cada um de nós existe um animal prestes a ser despertado.

Salazarismo e Extrema-direita Sucks -.-'

Offline ruiramos

  • Bibliófilo
  • ******
  • Mensagens: 3637
    • Ver Perfil
Re: Sinopse de Diabolos the Devilboy (é apenas ainda uma sinopse).
« Responder #44 em: Agosto 01, 2011, 20:15:03 pm »
Admiro os videojogos do God of War neste sentido pela forma como mostraram Zeus (um total jerk!).

Basta leres a Ilíada ou a Odisseia, escritos nos séc. VIII antes de Cristo, para ficares com essa ideia de Zeus.

Quanto ao Apocalipse estás à vontade de explorares o tema como quiseres. Só tem em atenção que é um assunto já muito explorado.