Autor Tópico: Sonho Febril  (Lida 18647 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Online Magnus

  • Bibliófilo
  • ******
  • Mensagens: 4277
  • O Senhor Luvas
    • Ver Perfil
    • O Senhor Luvas
Re: Sonho Febril
« Responder #90 em: Dezembro 07, 2011, 03:28:02 am »
Oh não, não és o único, mas são essas pessoas que perdem e não nós  ;)

Mas se queres bons exemplos de obras que ultrapassaram esse estigma vê os exemplos de 1984 ou A Quinta dos Animais do George Orwell. Da próxima vez fala dessas que talvez os ponhas a pensar.
O Senhor Luvas
mais que um blog de literatura

Offline Blitz

  • Leitor Inveterado
  • ***
  • Mensagens: 270
  • ignorance is bliss, 'tis folly to be wise
    • Ver Perfil
Re: Sonho Febril
« Responder #91 em: Dezembro 07, 2011, 07:22:40 am »
As vossas opiniões só me fazem ficar ainda mais curioso acerca deste livro, que virá muito em breve  ;D. Juntamente com "os leões de al-rassan" e "as mentiras de locke lamora". Não me lembro de uma prenda de natal desta qualidade !

Offline filipamoreno

  • Bibliófilo
  • ******
  • Mensagens: 3525
  • live the life you love, love the life you live
    • Ver Perfil
Re: Sonho Febril
« Responder #92 em: Dezembro 08, 2011, 00:25:32 am »
As vossas opiniões só me fazem ficar ainda mais curioso acerca deste livro, que virá muito em breve  ;D. Juntamente com "os leões de al-rassan" e "as mentiras de locke lamora". Não me lembro de uma prenda de natal desta qualidade !

Pensei em fazer exactamente o mesmo.  8)

Offline Riona

  • Leitor compulsivo
  • ****
  • Mensagens: 707
    • Ver Perfil
Re: Sonho Febril
« Responder #93 em: Dezembro 08, 2011, 10:31:40 am »
Blitz, que trio fantástico! Tens razão, dificilmente terás outro Natal de tão fantástica qualidade literária!
O Leões e o Lamora são maravilhosos, e este Sonho está já na minha lista de futuras aquisições. Estou só à espera que o Pai-Natal passe na FNAC este ano e traga uns chequezinhos....  ::)

Offline Yoma

  • Aprendiz
  • *
  • Mensagens: 30
    • Ver Perfil
Re: Sonho Febril
« Responder #94 em: Março 21, 2012, 19:53:53 pm »
vi na última Bang! uma capa diferente do Sonho Febril. Alguém me sabe dizer se é uma nova edição que a SdE está a lançar? obrigada!
"There's a place in this world where people like me are found by people like you"
Passion Pit - Smile Upon Me

Offline Kratos

  • Leitor compulsivo
  • ****
  • Mensagens: 560
    • Ver Perfil
Re: Sonho Febril
« Responder #95 em: Março 21, 2012, 20:04:09 pm »
Pois tb vi o mesmo , mas se mudaram mesmo! preferia a antiga que tenho no meu livro :P
Ultimo Lido: O Feiticeiro e a Sombra

A ler: ...

http://www.goodreads.com/user/show/6685273-nuno-ma


Offline Riona

  • Leitor compulsivo
  • ****
  • Mensagens: 707
    • Ver Perfil
Re: Sonho Febril
« Responder #96 em: Abril 27, 2012, 23:43:40 pm »
Decidi ler este livro pelo seu autor, pela premissa, que parecia muito prometedora, mas sobretudo pelas críticas que tinha lido aqui no fórum, acerca de um grande livro e um interessante conceito de vampirismo. Embora, a meu ver, o facto de saber do que tratava o livro tenha sido uma espécie de spoiler. Mas lendo a sinopse, de facto, não havia grande margem para desconfiar de outra coisa.  ;)

E, tal como esperava, adorei o livro!
Desde logo pelo lugar onde se passam alguns dos momentos decisivos, Nova Orleães. Clássica pela mistura de culturas, sociedades e religiões, e as coisas que me saltam à memória quando penso na vida dessa cidade ao longo da História: as plantações, a escravatura, o voodoo, o jazz e os blues… E, é claro, o rio Mississipi, personagem clássica da literatura e da História da América, com os seus românticos e inesquecíveis barcos a vapor.

Infelizmente, o livro só não foi perfeito por um motivo: nos primeiros capítulos, nas partes em que o mistério se ia adensando e a tensão ia crescendo, não me senti totalmente envolvida pela atmosfera sinistra que a sinopse me prometia. Tive a sensação de que nem sempre senti a tensão necessária.

Mas fui totalmente conquistada pelas personagens, em que o trio óbvio de protagonistas Aber-York-Julian se interliga constantemente com outro trio mais subtil mas tão, tão significativo: o rio Mississipi, o Fevre Dream e a poesia! Sem o rio e o vapor não havia verdadeira história, e sem os apontamentos de poesia, a história não teria a mesma alma. ::)

Adorei a admiração, quase reverência, que George Martin demonstra pelos antigos vapores, pelos “homens do rio”, de tal modo, que quase dá a entender que ele gostaria de ter vivido nesse tempo, e participado nas famosas corridas! Daí que não tenha conseguido deixar de, constantemente, identificar o Abner com o próprio Martin, o que também deu alguma “cor” à leitura.
E adorei o sobrenatural, o indómito, o intemporal, personificados naquelas duas bestas tão aterrorizadoras e, ao mesmo tempo, tão irresistíveis.
Não sou conhecedora de muita literatura acerca do tema, confesso. Li a saga da Meyer e vi partes da série de TV baseada nos livros da Harris. E do cinema, apenas recordo, e mal, o Entrevista com o Vampiro e o Drácula de Bram Stoker.
Mas adorei estas criaturas de Martin, toda a mitologia vampírica que ele criou, as suas relações e hierarquias, a sua natureza e evolução, e o modo como tudo isto marca a sua originalidade e intemporalidade.

Resumindo, foi uma leitura absolutamente gratificante. Houve ali uma espécie de anti-clímax que me custou um pouco, mas o sr Martin sabe fazer as coisas, e mesmo essa “calmaria” foi agradável companhia.
E, no final, aquele epílogo! Magistral, balançando entre o sentimento de perda e a paz de espírito, fechando com chave de ouro um livro já de si fantástico.

Em suma, o talento de Martin transpira por todos os poros. Depois desta leitura, custou-me escolher e depois começar a ler o próximo, o que só me costuma acontecer quando leio livros realmente marcantes. Não é um livro genial, mas está perto disso.

Quanto a uma possível continuação, da qual já ouvi “falar” na net em vários sítios, e que me parece uma hipótese bem recebida pelos fãs, eu tenho de ser do contra. A história em si acabou, e bem. Já chega e não faz sentidos acrescentar peripécias. Quanto a um segundo livro para sabermos mais sobre o York e a sua raça, bem… gosto do mistério.  8)
 Para mim, o livro está perfeito como stand alone. Por algum motivo o livro tem já 30 anos e até agora o Martin não voltou lá. Mas se começaram a falar nisso, provavelmente será inevitável.
« Última modificação: Abril 27, 2012, 23:45:27 pm por Riona »