Autor Tópico: As Crónicas da Espada - O Encontro  (Lida 28530 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline Deckard

  • Aprendiz
  • *
  • Mensagens: 2
    • Ver Perfil
Re: As Crónicas da Espada - O Encontro
« Responder #90 em: Agosto 08, 2011, 02:08:36 am »
Eu gostei muito do primeiro volume das aventuras de Fafhrd e do Rateiro Cinzento. As personagens têm profundidade (leia-se conflitos internos), os cenários são apelativos e há bastante acção. O estilo é elaborado, o que pode aborrecer alguns leitores que desejem um estilo mais simples.
O primeiro conto, em que o Fafhrd é apresentado, arrasta-se um pouco, mas os contos seguintes têm mais ritmo. Gostei especialmente do último, passado em Lankhmar.

Offline ruiramos

  • Bibliófilo
  • ******
  • Mensagens: 3637
    • Ver Perfil
Re: As Crónicas da Espada - O Encontro
« Responder #91 em: Agosto 19, 2011, 02:02:22 am »
O primeiro conto, em que o Fafhrd é apresentado, arrasta-se um pouco, mas os contos seguintes têm mais ritmo. Gostei especialmente do último, passado em Lankhmar.

Achei o mesmo. As aventuras ficam gradualmente mais interessantes/entusiasmantes.

Offline Manolete

  • Leitor Inveterado
  • ***
  • Mensagens: 409
    • Ver Perfil
Re: As Crónicas da Espada - O Encontro
« Responder #92 em: Abril 15, 2012, 23:02:35 pm »
Acabo agora de ler o "Swords Against Death", segundo desta colecção, e adorei. Confesso que pelo final já estava um bocado farto, mas isso deve-se mais à minha falta de prática a ler em inglês e ao meu excesso de trabalho, do que à obra própriamente dita.


Leiber é surpreendente, embora esteja muito longe de Howard em termos de emoção, acho as suas histórias melhor construídas e os seus personagens mais humanos. De uma forma gosto particularmente da forma como ele escreve, as histórias oscilam entre a mundanidade e a lenda. É surpreendente como os mesmos dois heróis que num conto armam uma rixa com um grupo de ladroezecos, da qual só por sorte sem vivos, no conto seguinte viajam até ao outro lado do mundo para defrontar a própria morte. Há apenas uma falta: mulheres semi-nuas são quase uma presença obrigatória no sword and sorcery e nisso os nossos herois assumem papeis muito castos, depois da morte das suas amadas.
Em oposição a um Conan bastante seguro de si, transpirando masculinidade e derrotando pela força física qualquer mal que se lhe enterponha, Fafhrd e Mouser mostram bastantes indecisões, por vezes algum medo e colocam-se várias vezes em situações de perigo das quais só conseguem sair com apoio mútuo. Em oposição ao primeiro que não olha a meios para atingir os fins e sai sempre vitorioso, estes dois mostram alguma ética e os seus objectivos de lucro saem quase sempre gorados (mas acabam sempre por praticar uma boa acção).

Há uma coisa que me falha: no primeiro volume o Gray Mauser é apresentado como aprendiz de feiticeiro e até o vemos fazer alguns pequenos feitiços, mas daqui para a frente nunca mais isso acontece. Ele passa a ser o trapaceiro lingrinhas mas cheio de truques, em oposição à força bruta de Fafhrd, mas não mais um feiticeiro. Isso eu não compreendo.
« Última modificação: Abril 15, 2012, 23:04:11 pm por Manolete »

A mesma História de sempre com um design revigorado...

Bonito bonito, é fazer um minote à Virgem Maria!!

Offline JAF

  • Aprendiz
  • *
  • Mensagens: 16
    • Ver Perfil
Re: As Crónicas da Espada - O Encontro
« Responder #93 em: Novembro 24, 2014, 00:50:44 am »
Desistiram deste autor?
Tenho pena que no inicio da editora apostaram em tão bons autores e neste moment estejão a desistir dos mesmos.

Gostaria de continuar as obras deste sr.

Offline Magnus

  • Bibliófilo
  • ******
  • Mensagens: 4277
  • O Senhor Luvas
    • Ver Perfil
    • O Senhor Luvas
Re: As Crónicas da Espada - O Encontro
« Responder #94 em: Novembro 27, 2014, 14:51:32 pm »
Desistiram deste autor?
Tenho pena que no inicio da editora apostaram em tão bons autores e neste moment estejão a desistir dos mesmos.

Gostaria de continuar as obras deste sr.

Não estás sozinho, mas também não somos muitos porque se vende-se bem eles continuavam, como diz o Tio Barreiros entre bosta e coisas boas a malta escolhe (quase) sempre a bosta e, acrescento eu, contra factos não há argumentos.

Quanto a continuares as obras deste senhor se leres em inglês estás safo, se não...
O Senhor Luvas
mais que um blog de literatura

Offline JAF

  • Aprendiz
  • *
  • Mensagens: 16
    • Ver Perfil
Re: As Crónicas da Espada - O Encontro
« Responder #95 em: Novembro 28, 2014, 11:00:42 am »
Desistiram deste autor?
Tenho pena que no inicio da editora apostaram em tão bons autores e neste moment estejão a desistir dos mesmos.

Gostaria de continuar as obras deste sr.

Não estás sozinho, mas também não somos muitos porque se vende-se bem eles continuavam, como diz o Tio Barreiros entre bosta e coisas boas a malta escolhe (quase) sempre a bosta e, acrescento eu, contra factos não há argumentos.

Quanto a continuares as obras deste senhor se leres em inglês estás safo, se não...

Obrigado pela resposta.
Lamentou isto, dado que pelo que vejo a editora começou a ganhar nome com este tipo de autores, e neste momento não querem saber dos mesmos...
Eu percebo a parte financeira, mas podem lançar um bestseller e um que tenha um retorno menor

Offline Ammar Ibn Khairin

  • Bibliófilo
  • ******
  • Mensagens: 1765
  • O descendente do Corvo Negro
    • Ver Perfil
Re: As Crónicas da Espada - O Encontro
« Responder #96 em: Dezembro 02, 2014, 16:07:23 pm »
(...)

Obrigado pela resposta.
Lamentou isto, dado que pelo que vejo a editora começou a ganhar nome com este tipo de autores, e neste momento não querem saber dos mesmos...
Eu percebo a parte financeira, mas podem lançar um bestseller e um que tenha um retorno menor

Pois....epa a perder dinheiro que perca com o Dan Simmons ou o Frank Herbert :D...desculpa Marco :P