Mensagens recentes

Páginas: [1] 2 3 ... 10
1
Literatura / Re: Livros Lidos em 2018
« Última mensagem por Forbidden em Julho 10, 2018, 14:39:10 pm »
1 - A tragédia da rua das Flores, de Eça de Queirós
2 - O mistério da estrada de Sintra, de Eça de Queirós
3 - A paixão segundo G.H. , de Clarice Lispector
4 - A Herança de Eszter, de Sándor Márai
5 - Laços de família, de Clarice Lispector
6 - Poesia, de Sophia de Mello Breyner Andresen
7 - Contos Exemplares, de Sophia de Mello Breyner Andresen
8 - Dia do Mar, de Sophia de Mello Breyner Andresen
9 - Uma aprendizagem ou livro dos prazeres, de Clarice Lispector
10 - Um Punhado de Centeio, de Agatha Christie
11 - Coral, de Sophia de Mello Breyner Andresen
12 - A Terra das Ameixas Verdes, de Herta Müller
13 - No Tempo Dividido, de Sophia de Mello Breyner Andresen
14 - Hamlet, de William Shakespeare
15 - Crime no Vicariato, de Agatha Christie
16 - Mar Novo, de Sophia de Mello Breyner Andresen
17 - Cristo Cigano, de Sophia de Mello Breyner Andresen
18 - A Escrava de Córdova, de Alberto S. Santos
19 - Livro Sexto, de Sophia de Mello Breyner Andresen
20 - Perto do Coração Selvagem, de Clarice Lispector
21 - As Velas Ardem Até ao Fim, de Sándor Márai
22 - O Enigma das Cartas Anónimas, de Agatha Christie
23 - Margarida Na Austrália, de Margarida Vila-Nova
24 - Karl Marx - Vida, Pensamento e Obra (Coleção Grandes Pensadores)
25 - Pós-Capitalismo, de Paul Mason
26 - O Primo Basílio, de Eça de Queirós
27 - O Zahir, de Paulo Coelho
28 - O Livro dos Espíritos, de Allan Kardec

2
Escrita Criativa / Gaia Severa
« Última mensagem por Fernando Pinheiro em Junho 17, 2018, 21:39:28 pm »
Espero que gostem (ou odeiem...) este microconto. Façam críticas construtivas e honestas, de nada me serve as críticas desconstrutivas e desonestas como "é giro", "é horrível" ou "é pretensioso". Digam com precisão os defeitos ou as virtudes para assim eu poder melhorar no futuro.


Gaia Severa

Vi algo que era insólito e ao mesmo tempo arrepiante; e que era a prova que a Natureza pode ser cruel e que são mesmo assim as coisas do foro físico do nosso Macrocosmo. Por vezes deambulo por Almada observando os Almadenses como se bichos raros se tratassem; vejo os cafés, as cavaqueiras, os restaurantes, os monumentos, a cultura, popular e erudita. Vejo tudo. Vejo até os mendigos inominados e os animais vagos que mais ninguém vê. Omnia video. Quando se contempla com minudência, tudo é apreendido. E é nestas deambulações por Almada que observei os pombos a comer nas montureiras ao pé de uma loja-de-conveniência chinesa. Inclusive, vi pombos a esquadrinhar com debiques um ossículo carnudo e róseo que tinha sido corroído por influência humana e por esta desperdiçado e atirado para o buraco mefítico dos caixotes verdes. Mas os animais irracionais e desprovidos de autoconsciência não desperdiçam comida, mesmo aquela que lhes é estranha. Isto foi há um tempo. Recentemente no dia 06 de Junho de 2018, vi algo similar, se a minha ideia que os columbos* só comiam grãos foi destruída, então a minha noção que as gaivotas só comiam peixe foi dilacerada. Quando ia ao Pingo Doce fazer compras vi uma cena formidável e truculenta. Era a predação acerca do Pingo Doce. Notei uma gaivota com o bico sanguinolento a debicar com ferocidade numa carcaça de um pombo morto. Eu olhei para ele e ele olhou para mim e parou de devorar. Lembrei-me dos velocirraptores do Jurassic Park: Parque Jurássico ou dos leões da Vida Selvagem mas em ponto pequeno pois eu como Homem sou muito mais perigoso para a gaivota do que ela para mim. Ela não comia e só voltou ao seu manjar columbino quando me fui embora. Mais tarde depois de eu ter feito as compras, a gaivota ainda estava lá e eu vi ela atirar-se volantemente e tentar caçar em vão os outros pombos que estavam a comer poeira do chão pensado erroneamente que eram grãos. É claro que a gaivota não foi bem-sucedida pois os pombos voaram para longe. Longe da gaivota esfaimada que provavelmente não tem onde comer no vasto rio Tejo cada vez mais conspurcado pelo Homem. É a sobrevivência. É sorumbático. É macabro. Mas é assim a Natureza. É assim o Universo.

*columbo
substantivo masculino
(Neol.) Um pombo.
Etimologia: Do latim columbus, idem

https://www.facebook.com/fernando.o.monstro/posts/1911370282246364

3
Literatura / Re: Livros Lidos em 2018
« Última mensagem por edurim65 em Maio 29, 2018, 12:47:24 pm »
1 - Fogo a oriente - Harry Sidebottom
2 - O Terror - Vol. 1 - Dan Simmons
3 - A roda do tempo - Livro 1 - O olho do mundo - Robert Jordan
4 - A estrada do tabaco - Erskine Caldwell
5 - Wolf Hall - Hilary Mantel
6 - O Terror - Vol. 2 - Dan Simmons
7 - Rebelde - Bernard Cornwell
8 - Dissolução - C. J. Sansom
9 - A roda do tempo - Livro 2 - A grande caçada - Robert Jordan
10 - Assim nasceu Portugal - Volume I - Por amor a uma mulher - Domingos Amaral
11 -
4
Casas e personagens / Re: O que gostarias que acontecesse na série?
« Última mensagem por tahra em Janeiro 18, 2018, 13:18:29 pm »
Se fosse outro, sim, Jon e Dany juntos (assim como o Jaime e a Brienne, e a Arya com o Gentry, e.. e.. e!).. assim.. acho que estou mais inclinada para morrer pelo menos um. Apostava no Jon se for esse o caso.

E os dragões :'(  E o Ghost :'(

E a *** da Cercei, às mãos do Jaime, que também não sobrevive.

Por mim quem fica no fim (a não ser que morram mesmo TODOS) são o meu ADORADO Bran das pedradas verdes (raios partam o Jaime por não saber atirar um crio de uma janela como deve ser!) e, claro, o Tyrion.

Pelos títulos dos livros (se alguma vez virem a luz do dia), diria que há esperança para Westeros.. mas.. sei lá.

O fazia MESMO falta, era que os livros fossem editados. Nesse caso, não me interessa se a série vem em 2019, 2020 ou 2030... mas começo a duvidar que alguma vez apareçam :(
5
Escrita Criativa / CONTO - Somos Aquilo que Comemos (Distopia)
« Última mensagem por Viriato93 em Janeiro 16, 2018, 10:42:52 am »


Como já se provou uma e outra vez, os modelos matemáticos moldam-se na perfeição às leis da natureza. É do saber comum as quatro forças fundamentais do Universo: o porquê dos objectos caírem em vez de se elevarem na atmosfera; ou a forma como os nossos cabelos se despenteiam na presença de um campo electromagnético forte o suficiente. Sabemos muito, mas não sabemos tudo. Tão importante como conhecer as leis fundamentais, é saber a sua origem. E foi neste sentido, durante décadas de trabalho, que o Doutor Martin Shulz procurou desvendar o mistério. No entanto, tais esforços desaguaram na descoberta de uma outra lei – Esta fundamenta-se, para surpresa de todos, naquilo a que o doutor apelidou por Lei Universal da Nutrição. Aquilo que sempre esteve mesmo por baixo dos nossos narizes, desde os primórdios da humanidade, há mais de dois milhões de anos, é também a quinta força universal, constante no tecido do espaço-tempo. Ora daqui surgiu um impasse, pois depressa os humanos depreenderam que tudo o que faziam, desde a primeira palpitação cardíaca até à cova, se regia pelo factor mais inesperado – a alimentação. Como é lógico, e por certo o próprio leitor terá já concluído, após esta descoberta, depressa a expressão “somos aquilo que comemos” adquiriu um novo sentido, tão literal como a famosa frase de Isaac Newton “what goes up, must come down”.

Foi publicado o primeiro artigo, divulgando ao publico a nova Força Fundamental. Os estados de todos os países do planeta apressaram-se a criar as suas próprias leis em concordância com a descoberta. Tal veio alertar a humanidade para um facto de extrema importância e que desafiava os sentidos tridimensionais. O primeiro caso a confirmar as suspeitas surgiu na primeira página de todos os jornais do mundo no dia seguinte com a mesma imagem: um feijão em cima de uma cadeira. Não fosse a legenda com letras gordas tão alarmante, talvez esta tivesse arrancado sorrisos e gargalhadas de muitos leitores. Mas o caso não era para brincar.

CRIANÇA TRANSFORMA-SE NUM FEIJÃO

Assim, tão simples que quase podia tratar-se de uma anedota. Mas após uma leitura mais detalhada, verificava-se o seu contrário. Nas palavras da própria mãe da criança, transcritas para o jornal “Num segundo ele estava ali, a seguir já não estava”. As greves de fome multiplicaram-se exponencialmente, quase como se tambem estas seguissem uma Lei Natural. O que, de certa forma, não andava muito longe da verdade – era a Lei da Sobrevivencia a entrar em campo. Tal desencadeou comunicados por parte das instituições de saude, cada vez mais paradoxais: Num dia afirmavam a necessidade de uma alimentação rica em nutrientes para o corpo; no dia seguinte (por vezes na própria tarde do mesmo dia) renunciavam o conselho dado anteriormente. No site oficial da OMS chegou mesmo a ler-se “É importante para o ser Humano que este não se alimente”. Tal gerou o panico no mundo inteiro. As noticias de novas transformações sucediam-se de forma vertiginosa e não havia solução à vista para o problema.

Foi aliás, de forma bastante peculiar, que a família Moriarty lidou com a situação. Reunidos em torno da mesa da sala, a mesma mesa onde haviam comido as refeições desde que havia memória, olhava cada um para o prato que tinham à frente. Por aquela altura, qualquer peça de roupa lhes ficava larga e os ossos dos ombros pareciam cabides. As palavras do avô, o mais velho, e por isso o mais experiente, eram suseranas:

- É preciso que haja um sacríficio.

E todos acenaram com as cabeças pois não havia ninguém cujo estômago pudesse discordar. Era sabido por quase toda a família de que sacrifício falava o avô: o assunto havia sido discutido vezes sem conta e agora, o assunto seria literalmente posto em cima da mesa.

E foi rápida a forma como tudo se desenrolou. O senhor Colin ergueu-se de uma só vez, com determinação espelhada no olhar, e do cinto produziu uma faca de cortar carne, daquelas que só se viam nos talhos ( quando as pessoas ainda comiam, e os talhos ainda estavam abertos). A lamina brilhou à luz das velas colocadas ordeiramente sobre o tampo da mesa e James, o pequeno e único filho do casal Moriarty, desatou a chorar; porque tinha fome ou pela ressaca evolutiva de ver alguém com uma arma bem erguida por cima da sua cabeça, ninguém sabe dizer. A faca desceu tão depressa sobre o braço de James que o corte não deixou margem para duvidas do que tinha acontecido. Não houve necessidade de uma segunda golpada para que o bracinho se separasse do corpo. Os gritos intensificaram-se. A mãe do menino baixou os olhos, chorou muito, mas a fome era maior. A faca voltou a subir e a descer em diferentes partes do pequeno James. Ao terceiro golpe os gritos morreram. As partes foram divididas pelos pratos – O avô, o mais velho, e por isso o primeiro a ser servido, colocou um guardanapo por cima da camisola e após uma breve oração, abriu os olhos e disse a todos os presentes:

- Bom apetite.
6
Escrita Criativa / Escritores e beta readers
« Última mensagem por Rosacrvx em Janeiro 14, 2018, 12:12:53 pm »
Sabendo que há escritores por aqui, aproveito para divulgar o praticamente recém-criado Fórum Beta Readers Portugal. Como o nome indica, é um fórum para pôr em contacto escritores e beta readers.

Não sei qual é a etiqueta no respeitante a postar links, portanto não o vou fazer. Mas se uma pesquisa Google não bastar podem sempre enviar-me PM.

Visitem!  :)
7
Literatura / Re: Livros Lidos em 2018
« Última mensagem por shining_cross em Janeiro 11, 2018, 22:33:09 pm »
1. Os segredos de uma ilha:O início - Natacha e Bruno Silveira;
2. Segredos obscuros (Vol. 1 - série Sebastian Bergman) - Michael Hjorth e Hans Rosenfeldt
3. The first city (Vol. 3 da trilogia Dominion) - Joe Hart;
4. Os segredos de uma ilha:Revelações - Natacha e Bruno Silveira;
5. Pecados santos - Nuno Nepomuceno;
6. Graham's resolution: The China pandemic, vol. 1 - A.R. Shaw;
7. Trace of Death: A Keri Locke Mystery, livro 1 - Blake Pierce;
8. A Química - Stephenie Meyer;
9. O homem de giz - C. J. Tudor;
10. Malevolent (A Shaye Archer novel, vol. 1) - Jana Deleon;
11. Ameaça virtual (Trilogia Idlewild, vol.1)  - Nick Sagan;
12. Sinister (A Shaye Archer novel, vol. 2) - Jana Deleon;
13. Diabolical (A Shaye Archer novel, vol. 3) - Jana Deleon;
14 - O deus dos cinzentos - António Parada;
15. Wicked (A Shaye Archer novel, vol. 4) - Jana Deleon;
16. Famished (An Ash Park novel, vol. 1) - Meghan O'Flynn;
17. A irmandade: Juramento e Remissão - Vítor Vilaverde;
18. Tudo isto te darei - Dolores Redondo;
19. Unseen (A Shaye Archer novel, vol. 5) - Jana Deleon;
20. Em parte incerta - Gillian Flynn;
21. Dreadful (A Shaye Archer novel, vol. 6) - Jana Deleon


MANGA/BD
1. Fullmetal Alchemist: vols. 1-27 - Hiromu Arakawa;
2. Vinland Saga: livros 1-10 - Makoto Yukimura;
3. Berserk: vols. 1-39 - Kentaro Miura;
4. The Promised Neverland: vol. 1-7 - Kaiu Shirai e Posuka Demizu;
5. Until death do us part: omnibus vol.1 - Hiroshi Takashige e Double-S;
6. The fourth power - Juan Gimenez;
7. Pluto: vol. 1 - Naoki Urasawa e Osamu Tezuka;
8. Vagabond (3 em 1): vol. 1 - Takehiko Inoue;
9. Btooom!: vols.1-22 - Junya Inoue;
10. Monster - The Perfect Edition: vol. 1-2 - Naoki Urasawa;
11. Bleach - vols. 1-53 - Tite Kubo;
12. Claymore - vols. 1-27 - Norihiro Yagi;
13. Nausicaä of the Valley of the Wind - livros 1 e 2 - Hayao Miyazaki;
14. Monstress - vols. 1-3 - Marjorie Liu e Sana Takeda;
15. Sailor Moon - Eternal Edition - vol.1 - Naoko Takeuchi;
16. Gantz - Omnibus Vol.1 - Hiroya Oku;
17. 20th Century Boys - The Perfect Edition: vol. 1 - Naoki Urasawa
8
Casas e personagens / O que gostarias que acontecesse na série?
« Última mensagem por Ashara em Janeiro 06, 2018, 23:17:48 pm »
Olá! Acho que é altura de reavivar este fórum llol

Embora a série de televisão já tenha ultrapassado temporalmente os livros, não quer dizer que aconteça nestes o mesmo que aconteceu e acontecerá na tv. Duvido muito até. Por isso, sem ter em conta a série de tv, ou até tendo-a em conta, como é que gostavas que acabasse a história, e do que é que não gostavas que acontecesse?

Por mim tenho quase a certeza que a série terminará com a guerra contra os Outros na qual Jon, Dany, e Bran terão um papel fulcral. Não sei bem o que lhes irá acontecer, nem como ficará Westeros, mas parte de mim pensa que os três dragões são capazes de perecer nesse conflito, bem como Jon e Dany.

Por falar nestes  dois, tenho que confessar que não gosto muito da ideia de vê-los juntos, romanticamente, embora seja isso o que acontecerá quase de certeza. Não sei.....vejo-os mais a ter uma relação de aliados ou parceiros ou de grande amizade.
9
Casas e personagens / T
« Última mensagem por Ashara em Janeiro 06, 2018, 23:04:53 pm »
Esta saga merece um fórum mais activo!
10
Literatura / Re: Livros Lidos em 2018
« Última mensagem por tahra em Janeiro 04, 2018, 15:45:01 pm »
01. Buck Rogers In The 25th Century -  Addison E. Steele (relido) - (04/01 - 09/01)
02. Krull - Alan Dean Foster (relido) - (10/01 - 12/01)
03. Space: Above And Beyond - Peter Telep (relido) - (15/01 - 01/02)
04. Fighting The Silent (Dark Sea War Chronicles 1) - Bruno Martins Soares - (29/01 - 01/02)
05. Space: Above And Beyond: Demolition Winter - Peter Telep (relido) - (02/02 - 12/02)
06. Mission In The Dark (Dark Sea War Chronicles 2) - Bruno Martins Soares - (12/01 - 16/02)
07. A Song For Arbonne - Guy Gavriel Kay (relido) - (19/02 - 25/03)
08. The Lions Of Al-Rassan - Guy Gavriel Kay (relido) - (27/03 - 13/04)
09. Sailing to Sarantium (The Sarantine Mosaic 1) - Guy Gavriel Kay (relido) - (16/04 - 11/05)
10. Lord Of Emperors (The Sarantine Mosaic 2) - Guy Gavriel Kay (relido) - (14/05 - 03/06)
11. Fighting The Silent (Dark Sea War Chronicles 1) - Bruno Martins Soares (relido) - (04/06 - 06/06)
12. Mission In The Dark (Dark Sea War Chronicles 2) - Bruno Martins Soares (relido) - (06/06 - 08/06)
13. Shark Killer (Dark Sea War Chronicles 3) - Bruno Martins Soares - (08/06 - 12/06)
14. Tigana - Guy Gavriel Kay (relido) - (12/06 - 02/07)
15. The Last Light Of The Sun - Guy Gavriel Kay (relido) - (03/07 - 16/07)
16. Journey To The Center Of The Earth - Jules Verne (relido) - (17/07 - 25/7)
17. Goodnight Mister Tom - Michelle Magorian (relido) - (26/7 - 02/08)
18. A Column Of Fire - Ken Follet - (03/08 - 27/08)
19. The Pillars Of The Earth - Ken Follet (relido) - (29/08 - 26/09)
20. World Without End - Ken Follet (relido) - (27/09 - 16/10)
21. A Game Of Thrones (ASoIaF 1) (relido) - George RR Martin (17/10 - 09/11)
22. A Clash Of Kings (ASOIAF 2) - George RR Martin (relido) - (12/11 - 28/11)
23. A Storm Of Swords: 1 - Steel And Snow  (ASOIAF 3.1) - George RR Martin (relido) - (29/11 - )



Páginas: [1] 2 3 ... 10