Autor Tópico: Hora H de Ted Bell  (Lida 3544 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline Safaa_Dib

  • Administrator
  • Bibliófilo
  • *****
  • Mensagens: 2083
    • Ver Perfil
Hora H de Ted Bell
« em: Outubro 04, 2010, 18:31:52 pm »


Desde a ilha do tesouro de Robert Louis Stevenson que não se liam as aventuras de um jovem protagonista tão destemido e ousado no mar.

O ano é 1939 e Nick McIver é filho do proprietário de um farol que vive na Ilha Barba Cinzenta na costa da Grã-Bretanha. Nick adora lançar-se em excursões perigosas no mar e, numa das suas aventuras, acaba por encontrar um baú com um misterioso globo brilhante. É então que, ao ver-se perseguido por piratas do passado, Nick descobre que o globo é um aparelho de viagens no tempo. Lançado de trás para diante nas correntes do tempo, Nick terá que enfrentar piratas maldosos, lutar contra as forças navais de Napoleão em 1805, mas também espiões nazis em 1939.


Leia um excerto desta obra.
« Última modificação: Março 29, 2012, 22:14:25 pm por Smirlah »
Kill the boy, Jon Snow.  Winter is almost upon us.  Kill the boy and let the man be born. - A Dance with Dragons

Offline Fiacha

  • Bibliófilo
  • ******
  • Mensagens: 15386
  • Corvo Negro
    • Ver Perfil
Re: Hora H de Ted Bell
« Responder #1 em: Outubro 19, 2010, 22:27:59 pm »
Crítica no blogue N Livros

Último número da colecção "Teen" da editora Saída de Emergência, "Hora H" que logo alguém colou ao clássico de Robert Louis Stevenson "A Ilha do Tesouro", é um livro de facto escrito para jovens e que, na minha opinião, tem tudo para agradar não só ao público dessa faixa etária, assim como a muitas pessoas que procuram algo leve e excitante para se entreterem, pois este livro é um óptimo entretenimento. Tive a oportunidade de apreciar este livro e confesso que me agradou fruto da sua escrita simples, uma narrativa sem pontos mortos onde somos levados numa constante acção. A forma como Ted Bell construiu o trama e como conduziu a história agradaram-me sobremaneira, dando-lhe inclusivamente características de Romance Histórico. A aventura do principal personagem faz lembrar de facto tantas outras que li na juventude. Tem um quê de "Conde de Monte Cristo", aliás há ali muita influência de Dumas e até de Salgari. Um livro que aconselho para oferecer a um jovem de 12, 13, 14 anos. Uma óptima porta de entrada no mundo mágico da literatura. Nota especial para a encadernação desta colecção. Muito aprazível, apetece estar com o livro na mão.

Para seguir no blogue N Livros.
http://nlivros.blogspot.com/2010/06/hora-h-ted-bell.html

 
Livro a ler: O Cavalo de Outubro de Collen McCuloough 6º volume da saga 1º Homem de Roma