Autor Tópico: Livro "A Muralha" - Esclarecimento  (Lida 8460 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline tangerina

  • Global Moderator
  • Bibliófilo
  • *****
  • Mensagens: 4851
    • Ver Perfil
    • goodreads
Re: Livro "A Muralha" - Esclarecimento
« Responder #15 em: Maio 29, 2011, 02:19:51 am »
Sem querer dei com este "esclarecimento" e, por ser a tradutora dessa obra de 2002, sinto-me um tanto incomodada com certas palavras menos correctas que foram aqui usadas. Assim, gostaria de esclarecer que a Editora Entre Letras não fechou pouco tempo após ter sido criada pelo genial editor Sr. Carlos Mota (o sucesso posterior da SdE com este título provou que era também um grande visionário e amante da boa literatura) por qualquer razão obscura, mas apenas porque o editor faleceu muito pouco tempo após a publicação da Muralha. Haja respeito pela sua memória.
Quanto ao livro: a obra original tinha mais de 1 000 páginas. Como sabemos, o nosso povo não é um grande apreciador de obras vastas (pelo menos em 2002 não era). Daí, julgo eu, ter sido dividida em 2 partes, como fez posteriormente a SdE. Infelizmente, como já disse, o editor faleceu, e por se tratar de uma editora a dar os primeiros passos, encerrou. Infelizmente, na minha opinião, pois já tinha na calha obras igualmente fantásticas como esta. Até eu, como tradutora, só fiquei com  uma parte da obra. Penso também que o original usado na tradução é rigorosamente o mesmo que o usado depois pela SdE.
Como podem perceber, não houve "pirataria", má fé ou negócios obscuros, como tentaram fazer crer. Quando não sabemos, não devemos especular.
Espero ter contribuído de alguma maneira para o esclarecimento que queriam.

A obra foi publicada sem serem adquiridos direitos de autor da mesma. O próprio autor não teve conhecimento da sua publicação. Ninguém tentou fazer crer nada, são simplesmente os factos.
A divisão da obra de 1000 páginas é totalmente aceitável, várias editoras das obras do Martin o fazem. Provavelmente o original usado nesta tradução terá sido o mesmo usado pela SdE, a diferença é que, tal como todas as edições internacionais da obra,  são legais, enquanto que esta não o foi.

Penso que aqui ninguém faltou ao respeito a ninguém, e o editor nem sequer foi nomeado. Estamos apenas a discutir esta obra em particular e as condições da sua publicação.

Lido: Aristides de Sousa Mendes, Um Herói Português, José-Alain Fralon
A ler: 1808, Laurentino Gomes
         A Game of Thrones, G. R. R. Martin
        

http://abibliofila.blogspot.com/

http://www.goodreads.com/catsadiablo

Offline Safaa_Dib

  • Administrator
  • Bibliófilo
  • *****
  • Mensagens: 2083
    • Ver Perfil
Re: Livro "A Muralha" - Esclarecimento
« Responder #16 em: Maio 29, 2011, 05:31:12 am »
Sem querer dei com este "esclarecimento" e, por ser a tradutora dessa obra de 2002, sinto-me um tanto incomodada com certas palavras menos correctas que foram aqui usadas. Assim, gostaria de esclarecer que a Editora Entre Letras não fechou pouco tempo após ter sido criada pelo genial editor Sr. Carlos Mota (o sucesso posterior da SdE com este título provou que era também um grande visionário e amante da boa literatura) por qualquer razão obscura, mas apenas porque o editor faleceu muito pouco tempo após a publicação da Muralha. Haja respeito pela sua memória.
Quanto ao livro: a obra original tinha mais de 1 000 páginas. Como sabemos, o nosso povo não é um grande apreciador de obras vastas (pelo menos em 2002 não era). Daí, julgo eu, ter sido dividida em 2 partes, como fez posteriormente a SdE. Infelizmente, como já disse, o editor faleceu, e por se tratar de uma editora a dar os primeiros passos, encerrou. Infelizmente, na minha opinião, pois já tinha na calha obras igualmente fantásticas como esta. Até eu, como tradutora, só fiquei com  uma parte da obra. Penso também que o original usado na tradução é rigorosamente o mesmo que o usado depois pela SdE.
Como podem perceber, não houve "pirataria", má fé ou negócios obscuros, como tentaram fazer crer. Quando não sabemos, não devemos especular.
Espero ter contribuído de alguma maneira para o esclarecimento que queriam.

Não foi feita nenhuma acusação de má fé. Pelo contrário, hoje essa edição é rara e tem algum valor. Mas os factos permanecem. O Sr. Carlos Mota nunca contactou o autor norte-americano nem lhe pagou os direitos de autor que lhe são devidos pela publicação da obra em Portugal e, por isso, incorreu numa ilegalidade. Sabemos disto através da boca do próprio George R. R. Martin.

Quanto ao que ZmeryDwagon tem dito, que sentido faria levar as coisas tão longe quando os intervenientes do processo já desapareceram e, sabemos agora, faleceram? Deixemos os mortos descansar em paz e, sinceramente, o próprio George R. R. Martin não estava grandemente preocupado com essa edição e até autografou-a para mim, mesmo sabendo da sua história. Não quer dizer que ele feche os olhos quando acontecem estas situações, mas ele percebeu que não merecia ser dramatizado, já que depois tudo se resolveu. 
« Última modificação: Maio 29, 2011, 05:34:25 am por Safaa_Dib »
Kill the boy, Jon Snow.  Winter is almost upon us.  Kill the boy and let the man be born. - A Dance with Dragons

Offline tangerina

  • Global Moderator
  • Bibliófilo
  • *****
  • Mensagens: 4851
    • Ver Perfil
    • goodreads
Re: Livro "A Muralha" - Esclarecimento
« Responder #17 em: Setembro 08, 2011, 22:31:21 pm »
(...)
Há por aí interessados na aquisição?

Existem muito sites de vendas online e leilões onde podes facilmente fazer este tipo de anúncios, o fórum da editora não é o mais adequado para o fazer 8)
« Última modificação: Outubro 08, 2011, 22:12:38 pm por Smirlah »
Lido: Aristides de Sousa Mendes, Um Herói Português, José-Alain Fralon
A ler: 1808, Laurentino Gomes
         A Game of Thrones, G. R. R. Martin
        

http://abibliofila.blogspot.com/

http://www.goodreads.com/catsadiablo

Offline paulolgnunes

  • Aprendiz
  • *
  • Mensagens: 1
    • Ver Perfil
Re: Livro "A Muralha" - Esclarecimento
« Responder #18 em: Outubro 08, 2011, 22:07:07 pm »
Olá. A minha intenção não era fazer dinheiro com o livro, mas sim disponibilizá-lo a algum entusiasta que quisesse juntá-lo à sua colecção. Já removi o meu post.