Autor Tópico: Desenhos Animados - A nossa Infância  (Lida 53491 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline Lorelai

  • Aprendiz
  • *
  • Mensagens: 22
  • A Mensageira das Violetas
    • Ver Perfil
Re: Desenhos Animados - A nossa Infância
« Responder #165 em: Abril 28, 2012, 14:25:56 pm »
Sim, mas isso é outra história, não é por se cansarem literalmente. :P É óbvio que não vamos estar a pôr crianças com problemas no mesmo saco com as que não têm qualquer problema. Tendo em conta a existência dessas crianças, continuo a achar que as séries infanto-juvenis não deviam ser dobrados a partir de uma certa altura mas concedo mais um mais um ano. Séries com um público-alvo a partir dos 8 anos (as tais séries com pessoas reais... ::)) parece-me bem, já tendo em conta as crianças com deficiências. 

Eu confesso-te que nem me lembro quando comecei a ver filmes com legendas  ??? sei que fui ver o Jurassic Park ao cinema com legendas... visto que o filme saiu em 1993 (tinha eu 9 anos) e não me lembro de ter tido nenhuma dificuldade em seguir/ler as legendas (só em manter o meu rabo na cadeira visto que dava com cada salto de susto!!) acho que por essa idade já é suposto as crianças lerem as legendas bem...

Mas hoje as coisas estão tão diferentes... o meu primo, por exemplo, que tem 12 anos e adora dragões e fantasias em geral, nunca pegou num livro :S Ah e tal... os livros são grandes! :S fiquei em choque... com a idade dele já eu devorava livros :S

Os miúdos hoje em dia, em vez de terem mais hábitos de leitura (que supostamente é algo que se tenta implementar na escola), têm menos... Talvez porque também têm mil e uma actividades em que podem participar, ou mil e um brinquedos/distracções. Talvez não seja uma grande desculpa, mas penso que contribui. Parece-me que a maioria de nós começou a ter hábitos de leitura cedo e a verdade é que numa casa em que há livros, as crianças sentem-se tentadas por eles... E ler legendas torna-se mais simples.

Concordo que as dobragens deviam acabar nas séries com um público-alvo acima dos 8 anitos, como disse a Smirlah, e sinceramente, não se perdia nada que nas escolas começassem a passar uns filmes com legendas, para eles treinarem, aposto que os miúdos ficavam todos felizes, além de se habituarem à legendagem...


Relativamente ao Locomotion, alguém se lembra de um anime que era Saber Marionette J? Ai eu era doida por aquilo...

Offline Sorcha

  • Bibliófilo
  • ******
  • Mensagens: 1530
  • "To the one I love: Prepare to Die!"
    • Ver Perfil
Re: Desenhos Animados - A nossa Infância
« Responder #166 em: Abril 28, 2012, 16:24:12 pm »
Eu confesso que tenho uma péssima opinião das dobragens...
Não creio que elas tenham efectivamente alguma vantagem..sobretudo cá...
Normalmente são trabalhos feitos em cima do joelho, que modificam a história completamente e que criam um hábito nas crianças que é muito difícil de tirar depois....conheço exemplos de jovens da geração das dobragens que ainda hoje estremecem só de pensarem ter que ler em inglês...
Pessoalmente acho os filmes/séries uma excelente ferramenta para nos irmos habituando a uma nova língua e as legendas (pelo menos quando bem feitas) têm um papel nisso...e não é só para crianças a partir dos 8 anos, mas compreendo a importância de facilitar as coisas para crianças mais novas.
Quanto aos hábitos de leitura...acho que depende não só dos incentivos que são dados em casa e na escola...mas também de cada criança/jovem.

"(...) let us pass over innumberable boring stories: the rise and fall of empires, sagas of heroism, ballads of tragic love. Let us hurry foward to the only tale of any real importance. (...) Mine."

Offline Fernando Pinheiro

  • Sou um anjo-caído ou demónio se preferirem. Também sou o "sociopata" de Almada :D
  • Bibliófilo
  • ******
  • Mensagens: 2498
  • Um escritor ecléctico.
    • Ver Perfil
Re: Desenhos Animados - A nossa Infância
« Responder #167 em: Abril 30, 2012, 07:19:32 am »
Sim, mas isso é outra história, não é por se cansarem literalmente. :P É óbvio que não vamos estar a pôr crianças com problemas no mesmo saco com as que não têm qualquer problema. Tendo em conta a existência dessas crianças, continuo a achar que as séries infanto-juvenis não deviam ser dobrados a partir de uma certa altura mas concedo mais um mais um ano. Séries com um público-alvo a partir dos 8 anos (as tais séries com pessoas reais... ::)) parece-me bem, já tendo em conta as crianças com deficiências. 

Eu confesso-te que nem me lembro quando comecei a ver filmes com legendas  ??? sei que fui ver o Jurassic Park ao cinema com legendas... visto que o filme saiu em 1993 (tinha eu 9 anos) e não me lembro de ter tido nenhuma dificuldade em seguir/ler as legendas (só em manter o meu rabo na cadeira visto que dava com cada salto de susto!!) acho que por essa idade já é suposto as crianças lerem as legendas bem...

Mas hoje as coisas estão tão diferentes... o meu primo, por exemplo, que tem 12 anos e adora dragões e fantasias em geral, nunca pegou num livro :S Ah e tal... os livros são grandes! :S fiquei em choque... com a idade dele já eu devorava livros :S

Existe pouco incentivo para as crianças lerem. Não analisam os interesses delas e insistem que as crianças gostam de ler livros simples, com desenhos, com a história da cadeira andante que andava pelo o espaço com um Sol sorridente.

Como os livros "infantis " são aborrecidos para elas, ficam a ver os desenhos animados, como Naruto, que é aquilo que realmente quer ver.

Nos EUA as pessoas entram em pânico se uma criança vê sem querer um seio na TV. Tragédia!!!

Uma criança com 6 anos pode muito bem ler o Hobbit e o Harry Potter, se não sabe certas palavras, aprende.
É assim que se aprende.

As crianças não são parvas, e aquela desculpa que não entendem o certo e o errado, tenho uma opinião muito céptica em relação a isso.

Existe bullying por isso.

E o Inglês deve ou devia ser aprendido a partir da primária.


Para que existe desenhos dobrados? Servem para quê? Já sabia dizer palavras em inglês com 7 anos.
Brevemente Diábolos, o Rapaz-Diabo.

Silent Hill 2 é o melhor videojogo de Fantástico.

Dentro de cada um de nós existe um animal prestes a ser despertado.

Salazarismo e Extrema-direita Sucks -.-'

Offline DBS

  • Leitor de Fim de Semana
  • **
  • Mensagens: 176
    • Ver Perfil
Re: Desenhos Animados - A nossa Infância
« Responder #168 em: Maio 07, 2012, 03:06:16 am »
Existe pouco incentivo para as crianças lerem. Não analisam os interesses delas e insistem que as crianças gostam de ler livros simples, com desenhos, com a história da cadeira andante que andava pelo o espaço com um Sol sorridente.

Como os livros "infantis " são aborrecidos para elas, ficam a ver os desenhos animados, como Naruto, que é aquilo que realmente quer ver.

Nos EUA as pessoas entram em pânico se uma criança vê sem querer um seio na TV. Tragédia!!!

Uma criança com 6 anos pode muito bem ler o Hobbit e o Harry Potter, se não sabe certas palavras, aprende.
É assim que se aprende.

As crianças não são parvas, e aquela desculpa que não entendem o certo e o errado, tenho uma opinião muito céptica em relação a isso.

Existe bullying por isso.

E o Inglês deve ou devia ser aprendido a partir da primária.

Para que existe desenhos dobrados? Servem para quê? Já sabia dizer palavras em inglês com 7 anos.

É bem verdade. Mas felizmente nem todas são assim. Hoje mesmo fiquei a observar duas crianças que estavam na banca da Europa-América na Feira do Livro, de volta dos livros do Senhor do Anéis. Um não tinha mais de 12 anos e o outro devia ter uns 10. E dizia o mais velho "Já leste o Hobbit? Então tens de ler. Já devias ter lido antes mas como já estás a ler o Senhor dos Anéis. Onde é que estás a ler?" responde o mais novo "Vou a meio do segundo livro".

E por 5 minutos a minha esperança na Humanidade foi restaurada.
Passou quando me cruzei com o Secretário de Estado da Cultura.

Quanto às dobragens, não vejo mal nenhum nos desenhos animados. SÓ nos desenhos animados. Não consigo, por exemplo, ver filmes da Disney em inglês. É horrível (há uns, os mais antigos, que nem sequer em Português suporto. Só em Brasileiro.). Não acho que seja por não haver dobragens que se aprende mais ou menos inglês. Eu tive inglês no Colégio desde os meus 3 anos mas só tive um "boom" de aprendizagem da Língua no 7º ano. Porquê? Porque até lá as professoras insistiam em meter-nos a ver filmes do Big Muzzy toda a santa aula. Resultado: só sabiamos dizer "I'm big Muzzy" e "I'm clever!".

Quanto aos EUA...ui. Isso lá é tudo muito subjectivo. Depende de cair ou não nas boas graças da FCC (a Comissão de Censura lá do sitio.). Tens desenhos animados super-violentos que passam e outros que não. Tens desenhos-animados muito pouco "morais" que passam e outros não. É de uma arbitrariedade extraordinária.
A Língua Portuguesa não se vende!
CONTRA O "ACORDO" ORTOGRÁFICO assinem e divulguem a Iniciativa Legislativa de Cidadãos em ilcao.cedilha.net

Offline Victan

  • Leitor de Fim de Semana
  • **
  • Mensagens: 185
    • Ver Perfil
Re: Desenhos Animados - A nossa Infância
« Responder #169 em: Maio 07, 2012, 09:03:43 am »

Existe pouco incentivo para as crianças lerem. Não analisam os interesses delas e insistem que as crianças gostam de ler livros simples, com desenhos, com a história da cadeira andante que andava pelo o espaço com um Sol sorridente.

Como os livros "infantis " são aborrecidos para elas, ficam a ver os desenhos animados, como Naruto, que é aquilo que realmente quer ver.

Nos EUA as pessoas entram em pânico se uma criança vê sem querer um seio na TV. Tragédia!!!

Uma criança com 6 anos pode muito bem ler o Hobbit e o Harry Potter, se não sabe certas palavras, aprende.
É assim que se aprende.

As crianças não são parvas, e aquela desculpa que não entendem o certo e o errado, tenho uma opinião muito céptica em relação a isso.

Existe bullying por isso.

E o Inglês deve ou devia ser aprendido a partir da primária.


Para que existe desenhos dobrados? Servem para quê? Já sabia dizer palavras em inglês com 7 anos.
Pois mas eu por exemplo com 7 anos não sabia o que era inglês... Nunca tinha aprendido! Com dois anos de escola aprendi os básicos como é óbvio, mesmo a ler não era grande charuto, lembro-me de ter ido ver Star wars A Ameaça Fantasma e não perceber grande coisa do que se passava porque não conseguia acompanhar as legendas, mas fui entendendo. E também não é por isso que sou mau a Inglês ou a ler, safo-me bastante bem até. As coisas devem ser aprendidas a seu tempo e as crianças no segundo ano não têm de saber já fazer equações e ler shakespeare.

Os desenhos dobrados fazem sentido, primeiro porque nem todas as crianças têm o mesmo ritmo de aprendizagem e segundo porque os desenhos animados servem como divertimento e como divertimento devem servir também para divertir e não ser uma luta constante para perceberem o que se está a passar.
O inglês pode muito bem aprender-se na escola e apesar de também achar que se pode incluir no ensino básico, acho que só faz diferença se houverem bons professores e um sistema de ensino mais "decente".

Quanto às histórias de livros/desenhos animados não se adequarem concordo totalmente!

Offline Fernando Pinheiro

  • Sou um anjo-caído ou demónio se preferirem. Também sou o "sociopata" de Almada :D
  • Bibliófilo
  • ******
  • Mensagens: 2498
  • Um escritor ecléctico.
    • Ver Perfil
Re: Desenhos Animados - A nossa Infância
« Responder #170 em: Fevereiro 11, 2015, 18:27:21 pm »
Quando olho para o Dragon Ball Z, sinto uma certa nostalgia. Já ouvi dizer que irão tentar mais uma vez, fazer um filme com actores de carne e osso, para compensar o desastre que foi o filme Dragon Ball Evolution.  Não sei se é verdade ou não, mas espero que consigam.
Brevemente Diábolos, o Rapaz-Diabo.

Silent Hill 2 é o melhor videojogo de Fantástico.

Dentro de cada um de nós existe um animal prestes a ser despertado.

Salazarismo e Extrema-direita Sucks -.-'