Autor Tópico: Prometheus - contem spoilers  (Lida 24608 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline ruiramos

  • Bibliófilo
  • ******
  • Mensagens: 3637
    • Ver Perfil
Re: Prometheus - contem spoilers
« Responder #120 em: Janeiro 03, 2013, 02:13:45 am »
 
E já agora o que dizer do pessoal que não fuma, nem nunca sentiu necessidade de fumar?

O pessoal que não fuma, não tem o instinto de morrer com problemas respiratórios.  ;D

Diria que em parte é uma rejeição de uma, ou mais, particular ideologia; de consumismo, de estatuto social, e por aí. Provavelmente no fundo da lista veem razões de saúde, pois não fumadores tem certamente outro vicio qualquer; Álcool, ou drogas, ou sexo, ou jogos de computador, ou trabalho, e por aí.

;D então o meu vício deve estar algures no saco do e por aí.

Offline Victan

  • Leitor de Fim de Semana
  • **
  • Mensagens: 185
    • Ver Perfil
Re: Prometheus - contem spoilers
« Responder #121 em: Janeiro 03, 2013, 11:34:29 am »
E já agora o que dizer do pessoal que não fuma, nem nunca sentiu necessidade de fumar?

O pessoal que não fuma, não tem o instinto de morrer com problemas respiratórios.  ;D

Diria que em parte é uma rejeição de uma, ou mais, particular ideologia; de consumismo, de estatuto social, e por aí. Provavelmente no fundo da lista veem razões de saúde, pois não fumadores tem certamente outro vicio qualquer; Álcool, ou drogas, ou sexo, ou jogos de computador, ou trabalho, e por aí.
Podem-se ter vícios saudáveis...e optar-se por esses em detrimento do tabaco por serem saudáveis...
E colocas o sexo como um dos pouco saudáveis...o que a menos que tenhas problemas cardíacos ou o faças com a mulher de um armário de 1,90m com tendências homicidas não tem razões para não ser uma actividade muito saudável.

Offline ruiramos

  • Bibliófilo
  • ******
  • Mensagens: 3637
    • Ver Perfil
Re: Prometheus - contem spoilers
« Responder #122 em: Janeiro 03, 2013, 14:44:42 pm »
Victan se é saudável não é vício, vício implica efeitos secundários negativos para o praticante e eventalmente para os que o rodeiam. Sexo pode ser um vício (e existe tratamento para isso) quando alguém deixa de ser funcional e coloca em risco as suas relações interpessoais por só viver para o sexo.

Offline oliveira8

  • Bibliófilo
  • ******
  • Mensagens: 5652
    • Ver Perfil
Re: Prometheus - contem spoilers
« Responder #123 em: Janeiro 03, 2013, 14:56:25 pm »
E já agora o que dizer do pessoal que não fuma, nem nunca sentiu necessidade de fumar?

O pessoal que não fuma, não tem o instinto de morrer com problemas respiratórios.  ;D

Diria que em parte é uma rejeição de uma, ou mais, particular ideologia; de consumismo, de estatuto social, e por aí. Provavelmente no fundo da lista veem razões de saúde, pois não fumadores tem certamente outro vicio qualquer; Álcool, ou drogas, ou sexo, ou jogos de computador, ou trabalho, e por aí.
Podem-se ter vícios saudáveis...e optar-se por esses em detrimento do tabaco por serem saudáveis...
E colocas o sexo como um dos pouco saudáveis...o que a menos que tenhas problemas cardíacos ou o faças com a mulher de um armário de 1,90m com tendências homicidas não tem razões para não ser uma actividade muito saudável.

Acho que se fores ao dicionário Português, ao lado da palavra vicio vais encontrar a palavra "Perversão". Ou estas outras definições: Habito imoral. Atitude degradante. Falha de personalidade. Defeito. Fraqueza. Em termos bíblicos a Queda do Homem aconteceu devido à perda da inocência e à presença do vicio. De saudável vicio não tem nada.

Algo menos puritano, termos um vicio a algo, é apenas hábitos que repetimos todos os dias. Sexo é um habito e não tem nada de mal. De vicio para viciado no entanto é um pequeno passo. Pessoas são capazes de tornarem-se extremamente compulsivas e obsessivas quantos aos seus hábitos e rituais. Pessoas que estão viciadas no sexo, por exemplo, tem graves problemas de relações interpessoais, de controlo e em geral acabam como casos de grave depressão. E quando um vicio é negado, a obsessão rapidamente transformar-se em auto-destruição. É por isso que é recomendado a quem está a tentar deixar de fumar, que não deixe de fumar de um dia para o outro, mas que reduza o numero de cigarros que fuma por dia, para lentamente expelir o vicio.

É por isso que digo que "razões de saúde" veem no fundo da lista. Toda a gente tem um vicio, que de certa maneira lhes é prejudicial.

Offline Victan

  • Leitor de Fim de Semana
  • **
  • Mensagens: 185
    • Ver Perfil
Re: Prometheus - contem spoilers
« Responder #124 em: Janeiro 03, 2013, 16:13:05 pm »
E já agora o que dizer do pessoal que não fuma, nem nunca sentiu necessidade de fumar?

O pessoal que não fuma, não tem o instinto de morrer com problemas respiratórios.  ;D

Diria que em parte é uma rejeição de uma, ou mais, particular ideologia; de consumismo, de estatuto social, e por aí. Provavelmente no fundo da lista veem razões de saúde, pois não fumadores tem certamente outro vicio qualquer; Álcool, ou drogas, ou sexo, ou jogos de computador, ou trabalho, e por aí.
Podem-se ter vícios saudáveis...e optar-se por esses em detrimento do tabaco por serem saudáveis...
E colocas o sexo como um dos pouco saudáveis...o que a menos que tenhas problemas cardíacos ou o faças com a mulher de um armário de 1,90m com tendências homicidas não tem razões para não ser uma actividade muito saudável.

Acho que se fores ao dicionário Português, ao lado da palavra vicio vais encontrar a palavra "Perversão". Ou estas outras definições: Habito imoral. Atitude degradante. Falha de personalidade. Defeito. Fraqueza. Em termos bíblicos a Queda do Homem aconteceu devido à perda da inocência e à presença do vicio. De saudável vicio não tem nada.

Algo menos puritano, termos um vicio a algo, é apenas hábitos que repetimos todos os dias. Sexo é um habito e não tem nada de mal. De vicio para viciado no entanto é um pequeno passo. Pessoas são capazes de tornarem-se extremamente compulsivas e obsessivas quantos aos seus hábitos e rituais. Pessoas que estão viciadas no sexo, por exemplo, tem graves problemas de relações interpessoais, de controlo e em geral acabam como casos de grave depressão. E quando um vicio é negado, a obsessão rapidamente transformar-se em auto-destruição. É por isso que é recomendado a quem está a tentar deixar de fumar, que não deixe de fumar de um dia para o outro, mas que reduza o numero de cigarros que fuma por dia, para lentamente expelir o vicio.

É por isso que digo que "razões de saúde" veem no fundo da lista. Toda a gente tem um vicio, que de certa maneira lhes é prejudicial.
Ah ah ah. Fantástico como tornaste esta conversa tão séria!
Mas nunca tinha realmente olhado para a definição de vício e a verdade é que é muitas vezes utilizada sem ser com esse sentido.
Porém nessa lógica tás a dar um grande salto...em que passas de as pessoas serem viciadas(no sentido quotidiano) para serem compulsivas e obsessivas com esse mesmo vício.
Mas entendo a tua lógica e percebo o qeu queres dizer, apenas não estava a ser tão literal na definição de vício.

Offline Magnus

  • Bibliófilo
  • ******
  • Mensagens: 4278
  • O Senhor Luvas
    • Ver Perfil
    • O Senhor Luvas
Re: Prometheus - contem spoilers
« Responder #125 em: Janeiro 22, 2013, 22:15:54 pm »
O Senhor Luvas
mais que um blog de literatura

Offline Manolete

  • Leitor Inveterado
  • ***
  • Mensagens: 409
    • Ver Perfil
Re: Prometheus - contem spoilers
« Responder #126 em: Janeiro 27, 2013, 03:04:57 am »
E já agora o que dizer do pessoal que não fuma, nem nunca sentiu necessidade de fumar?

O pessoal que não fuma, não tem o instinto de morrer com problemas respiratórios.  ;D

Diria que em parte é uma rejeição de uma, ou mais, particular ideologia; de consumismo, de estatuto social, e por aí. Provavelmente no fundo da lista veem razões de saúde, pois não fumadores tem certamente outro vicio qualquer; Álcool, ou drogas, ou sexo, ou jogos de computador, ou trabalho, e por aí.
Podem-se ter vícios saudáveis...e optar-se por esses em detrimento do tabaco por serem saudáveis...
E colocas o sexo como um dos pouco saudáveis...o que a menos que tenhas problemas cardíacos ou o faças com a mulher de um armário de 1,90m com tendências homicidas não tem razões para não ser uma actividade muito saudável.

Acho que se fores ao dicionário Português, ao lado da palavra vicio vais encontrar a palavra "Perversão". Ou estas outras definições: Habito imoral. Atitude degradante. Falha de personalidade. Defeito. Fraqueza. Em termos bíblicos a Queda do Homem aconteceu devido à perda da inocência e à presença do vicio. De saudável vicio não tem nada.

Algo menos puritano, termos um vicio a algo, é apenas hábitos que repetimos todos os dias. Sexo é um habito e não tem nada de mal. De vicio para viciado no entanto é um pequeno passo. Pessoas são capazes de tornarem-se extremamente compulsivas e obsessivas quantos aos seus hábitos e rituais. Pessoas que estão viciadas no sexo, por exemplo, tem graves problemas de relações interpessoais, de controlo e em geral acabam como casos de grave depressão. E quando um vicio é negado, a obsessão rapidamente transformar-se em auto-destruição. É por isso que é recomendado a quem está a tentar deixar de fumar, que não deixe de fumar de um dia para o outro, mas que reduza o numero de cigarros que fuma por dia, para lentamente expelir o vicio.

É por isso que digo que "razões de saúde" veem no fundo da lista. Toda a gente tem um vicio, que de certa maneira lhes é prejudicial.
Ah ah ah. Fantástico como tornaste esta conversa tão séria!
Mas nunca tinha realmente olhado para a definição de vício e a verdade é que é muitas vezes utilizada sem ser com esse sentido.
Porém nessa lógica tás a dar um grande salto...em que passas de as pessoas serem viciadas(no sentido quotidiano) para serem compulsivas e obsessivas com esse mesmo vício.
Mas entendo a tua lógica e percebo o qeu queres dizer, apenas não estava a ser tão literal na definição de vício.
Isso é porque a palavra se tem desvirtuado: até não há muito tempo atrás, vicio era sobretudo sinónimo de algo contrário aos principios cristãos, mas em Portugal a palavra ganhou uma conotação mais mundana. Podes por exemplo ver através da palavra inglesa vice que raramente é utilizada como sinónimo de addiction.

Sexo, drogas, alcool e tabaco eram frequentemente referidos como vicios, não tanto porque causassem dependencia psicológica, mas sobretudo porque desencaminhavam o homem da honestidade da vida e dos bons costumes biblicos. Enfim, é um caso curioso como a palavra ganhou uma conotação tão diferente em tão pouco tempo.

A mesma História de sempre com um design revigorado...

Bonito bonito, é fazer um minote à Virgem Maria!!

Offline Fernando Pinheiro

  • Sou um anjo-caído ou demónio se preferirem. Também sou o "sociopata" de Almada :D
  • Bibliófilo
  • ******
  • Mensagens: 2498
  • Um escritor ecléctico.
    • Ver Perfil
Re: Prometheus - contem spoilers
« Responder #127 em: Fevereiro 21, 2013, 18:13:52 pm »
E já agora o que dizer do pessoal que não fuma, nem nunca sentiu necessidade de fumar?

O pessoal que não fuma, não tem o instinto de morrer com problemas respiratórios.  ;D

Diria que em parte é uma rejeição de uma, ou mais, particular ideologia; de consumismo, de estatuto social, e por aí. Provavelmente no fundo da lista veem razões de saúde, pois não fumadores tem certamente outro vicio qualquer; Álcool, ou drogas, ou sexo, ou jogos de computador, ou trabalho, e por aí.
Podem-se ter vícios saudáveis...e optar-se por esses em detrimento do tabaco por serem saudáveis...
E colocas o sexo como um dos pouco saudáveis...o que a menos que tenhas problemas cardíacos ou o faças com a mulher de um armário de 1,90m com tendências homicidas não tem razões para não ser uma actividade muito saudável.

Acho que se fores ao dicionário Português, ao lado da palavra vicio vais encontrar a palavra "Perversão". Ou estas outras definições: Habito imoral. Atitude degradante. Falha de personalidade. Defeito. Fraqueza. Em termos bíblicos a Queda do Homem aconteceu devido à perda da inocência e à presença do vicio. De saudável vicio não tem nada.

Algo menos puritano, termos um vicio a algo, é apenas hábitos que repetimos todos os dias. Sexo é um habito e não tem nada de mal. De vicio para viciado no entanto é um pequeno passo. Pessoas são capazes de tornarem-se extremamente compulsivas e obsessivas quantos aos seus hábitos e rituais. Pessoas que estão viciadas no sexo, por exemplo, tem graves problemas de relações interpessoais, de controlo e em geral acabam como casos de grave depressão. E quando um vicio é negado, a obsessão rapidamente transformar-se em auto-destruição. É por isso que é recomendado a quem está a tentar deixar de fumar, que não deixe de fumar de um dia para o outro, mas que reduza o numero de cigarros que fuma por dia, para lentamente expelir o vicio.

É por isso que digo que "razões de saúde" veem no fundo da lista. Toda a gente tem um vicio, que de certa maneira lhes é prejudicial.
Ah ah ah. Fantástico como tornaste esta conversa tão séria!
Mas nunca tinha realmente olhado para a definição de vício e a verdade é que é muitas vezes utilizada sem ser com esse sentido.
Porém nessa lógica tás a dar um grande salto...em que passas de as pessoas serem viciadas(no sentido quotidiano) para serem compulsivas e obsessivas com esse mesmo vício.
Mas entendo a tua lógica e percebo o qeu queres dizer, apenas não estava a ser tão literal na definição de vício.
Isso é porque a palavra se tem desvirtuado: até não há muito tempo atrás, vicio era sobretudo sinónimo de algo contrário aos principios cristãos, mas em Portugal a palavra ganhou uma conotação mais mundana. Podes por exemplo ver através da palavra inglesa vice que raramente é utilizada como sinónimo de addiction.

Sexo, drogas, alcool e tabaco eram frequentemente referidos como vicios, não tanto porque causassem dependencia psicológica, mas sobretudo porque desencaminhavam o homem da honestidade da vida e dos bons costumes biblicos. Enfim, é um caso curioso como a palavra ganhou uma conotação tão diferente em tão pouco tempo.

Talvez porque para a religião cristã, a Luxuria e a Gula sempre foram pecados mortais. E isso inclui a droga e tabaco (Gula) e a Luxuria.

A Gula não é só de comida (como pensa a maioria), mas também de bebida, drogas,etc.

Daí a osmose da palavra "vício".


Pecado e vício são sinónimos.
Brevemente Diábolos, o Rapaz-Diabo.

Silent Hill 2 é o melhor videojogo de Fantástico.

Dentro de cada um de nós existe um animal prestes a ser despertado.

Salazarismo e Extrema-direita Sucks -.-'